A Fundação

Projetos Concluídos

Desde que elegeu o adolescente como foco de sua contribuição, em 1988, até optar pelo interior do Nordeste como sua área de atuação, a Fundação Odebrecht realizou projetos em todo o país, nas áreas de mobilização pela universalização do ensino fundamental de qualidade; ampliação das oportunidades de educação profissional e inserção competitiva no mundo do trabalho; promoção do desenvolvimento pessoal e social dos jovens nos âmbitos da família, escola e comunidade; e incentivo à utilização ampla e qualificada de recursos e veículos de comunicação, para disseminar informações sobre e para jovens.

Loading

1982

1982 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – Produtividade do Trabalhador Brasileiro 1982 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – Produtividade do Trabalhador Brasileiro

Concurso de monografias com o objetivo de estimular a inteligência nacional para trabalhos de pesquisa que pudessem favorecer a solução de problemas do trabalhador, notadamente na Construção civil, originário do meio social e que se refletem no ambiente de trabalho.


Período: 1982


Parceiros:

Jornal A TardeJornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1982 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – Produtividade do Trabalhador Brasileiro

Concurso de monografias com o objetivo de estimular a inteligência nacional para trabalhos de pesquisa que pudessem favorecer a solução de problemas do trabalhador, notadamente na Construção civil, originário do meio social e que se refletem no ambiente de trabalho.


Período: 1982


Parceiros:

Jornal A TardeJornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1983

1983 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – A saúde na vida e na produtividade do Brasileiro 1983 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – A saúde na vida e na produtividade do Brasileiro

Concurso de monografias com o objetivo de discutir a saúde como um dos problemas que afetam a produtividade do trabalhador brasileiro. O Prêmio resultou na publicação do livro Saúde e Produtividade.


Período: 1983


Parceiros: Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1983 - Ciclo de Debates - Educação profissional 1983 - Ciclo de Debates - Educação profissional

Fórum promovido na cidade de São Paulo para discussão sobre o problema da Educação Profissional, reunindo professores, técnicos, especialistas e autoridades ligadas ao assunto. O caráter lúcido e elevado dos pronunciamentos e a importânica das conclusões foram tão grandes que as recomendações finais mereceram transcrição nos Anais da Câmara Federal.


Período: 1983


Parceiros:

O Estado de São Paulo

1983 - Ciclo de Debates – Planejamento Familiar 1983 - Ciclo de Debates – Planejamento Familiar

Fórum promovido na cidade de Campinas sobre planejamento familiar. A discussão dos vários pontos suscitados levou a importantes conclusões, entre elas as de que é necessário utilizar o sistema de saúde para implantar o planejamento familiar e o absoluto respeito à individualidade das pessoas.


Período: 1983


Parceiros: Universidade Estadual de Campinal – UNICAMP e Jornal do Brasil

1983 - Ciclo de Debates – Habitação Popular 1983 - Ciclo de Debates – Habitação Popular

Fórum promovido na cidade de Salvador sobre espaço urbano para habitação popular, que sugeriu a execução de uma rigorosa política de uso do solo; a formulação de uma política habitacional que privilegie as classes sociais mais carentes; a criação de incentivos às empresas imobiliárias para construção de moradias; e a instituição de Fundo de Habitação Popular.


Período: 1983


Parceiros:

Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e Jornal do Brasil

1983 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – A saúde na vida e na produtividade do Brasileiro

Concurso de monografias com o objetivo de discutir a saúde como um dos problemas que afetam a produtividade do trabalhador brasileiro. O Prêmio resultou na publicação do livro Saúde e Produtividade.


Período: 1983


Parceiros: Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1983 - Ciclo de Debates - Educação profissional

Fórum promovido na cidade de São Paulo para discussão sobre o problema da Educação Profissional, reunindo professores, técnicos, especialistas e autoridades ligadas ao assunto. O caráter lúcido e elevado dos pronunciamentos e a importânica das conclusões foram tão grandes que as recomendações finais mereceram transcrição nos Anais da Câmara Federal.


Período: 1983


Parceiros:

O Estado de São Paulo

1983 - Ciclo de Debates – Planejamento Familiar

Fórum promovido na cidade de Campinas sobre planejamento familiar. A discussão dos vários pontos suscitados levou a importantes conclusões, entre elas as de que é necessário utilizar o sistema de saúde para implantar o planejamento familiar e o absoluto respeito à individualidade das pessoas.


Período: 1983


Parceiros: Universidade Estadual de Campinal – UNICAMP e Jornal do Brasil

1983 - Ciclo de Debates – Habitação Popular

Fórum promovido na cidade de Salvador sobre espaço urbano para habitação popular, que sugeriu a execução de uma rigorosa política de uso do solo; a formulação de uma política habitacional que privilegie as classes sociais mais carentes; a criação de incentivos às empresas imobiliárias para construção de moradias; e a instituição de Fundo de Habitação Popular.


Período: 1983


Parceiros:

Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e Jornal do Brasil

1984

1984 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – Como educar o brasileiro para o trabalho produtivo? 1984 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – Como educar o brasileiro para o trabalho produtivo?

Concurso de monografias com o objetivo de discutir os diferentes tipos de ocupação, considerando a formação do homem na família, na escola e no ambiente de trabalho, atentando também para as singularidades regionais.


Período: 1984


Parceiros:

Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1984 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht – Como educar o brasileiro para o trabalho produtivo?

Concurso de monografias com o objetivo de discutir os diferentes tipos de ocupação, considerando a formação do homem na família, na escola e no ambiente de trabalho, atentando também para as singularidades regionais.


Período: 1984


Parceiros:

Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1985

1985 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Trabalho, saúde e educação: uma proposta para a formação dos jovens 1985 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Trabalho, saúde e educação: uma proposta para a formação dos jovens

Concurso de monografias com o objetivo de desenvolver a discussão e promover uma análise crítica sobre os problemas relacionados ao jovens no “Ano Internacional da Juventude”.


Período: 1985


Parceiros: Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1985 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Trabalho, saúde e educação: uma proposta para a formação dos jovens

Concurso de monografias com o objetivo de desenvolver a discussão e promover uma análise crítica sobre os problemas relacionados ao jovens no “Ano Internacional da Juventude”.


Período: 1985


Parceiros: Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1986

1986 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Homem rural nordestino: como promover seu desenvolvimento no Nordeste 1986 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Homem rural nordestino: como promover seu desenvolvimento no Nordeste

Concurso de monografias com o objetivo de desenvolver a discussão e promover uma análise crítica sobre os problemas, as dificuldades e as deficiências da Região Nordeste. Os dois trabalhos premiados resultaram na publicação “Nordeste: o desenvolvimento do Homem rural”, que faz um acurado diagnóstico do Nordeste.


Período: 1986


Parceiros: Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1986 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Homem rural nordestino: como promover seu desenvolvimento no Nordeste

Concurso de monografias com o objetivo de desenvolver a discussão e promover uma análise crítica sobre os problemas, as dificuldades e as deficiências da Região Nordeste. Os dois trabalhos premiados resultaram na publicação “Nordeste: o desenvolvimento do Homem rural”, que faz um acurado diagnóstico do Nordeste.


Período: 1986


Parceiros: Jornal A Tarde, Jornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1987

1997 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Organização das forças no meio rural nordestino para a produção 1997 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Organização das forças no meio rural nordestino para a produção

Concurso de monografias com o objetivo de desenvolver a discussão de como promover a integração do capital com o trabalho, nas suas mais variadas formas, na busca da produtividade.


Período: 1987


Parceiros:

Jornal A TardeJornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1997 - Prêmio Fundação Emílio Odebrecht - Organização das forças no meio rural nordestino para a produção

Concurso de monografias com o objetivo de desenvolver a discussão de como promover a integração do capital com o trabalho, nas suas mais variadas formas, na busca da produtividade.


Período: 1987


Parceiros:

Jornal A TardeJornal do Brasil e Jornal O Estado de São Paulo

1988

1988-1995 - Liceu de Artes e Ofícios da Bahia 1988-1995 - Liceu de Artes e Ofícios da Bahia

Promoção da efetiva reestruturação física, institucional e educacional do Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, tornando-a uma empresa social sólida, moderna e auto-sustentada. A instituição, criada em 1872 com o objetivo de educar jovens por meio de oficinas produtivas, tinha entrado em declínio na década de 40 e seu prédio (tombado pelo IPHAN como patrimônio histórico) tinha sido incendiado em 1968.


Abrangência: Salvador


Período: 1988 a 1995

1988-1990 - Prêmio Fundação Odebrecht - Responsabilidade Sexual na Adolescência 1988-1990 - Prêmio Fundação Odebrecht - Responsabilidade Sexual na Adolescência

Estratégia de estímulo aos adolescentes para o uso de sua criatividade, sua linguagem e sua visão de mundo na elaboração de materiais educativos sobre questões relativas a ao tema Responsabilidade Sexual na Adolescência. Viabilizou a produção e distribuição qualificada do jogo Ludi-Sex e da revista em quadrinhos Susexo.


Período: 1988 a 1990


Parceiros: Ministério da Saúde, Ministério da Educação e Cultura e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.

1988-1995 - Liceu de Artes e Ofícios da Bahia

Promoção da efetiva reestruturação física, institucional e educacional do Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, tornando-a uma empresa social sólida, moderna e auto-sustentada. A instituição, criada em 1872 com o objetivo de educar jovens por meio de oficinas produtivas, tinha entrado em declínio na década de 40 e seu prédio (tombado pelo IPHAN como patrimônio histórico) tinha sido incendiado em 1968.


Abrangência: Salvador


Período: 1988 a 1995

1988-1990 - Prêmio Fundação Odebrecht - Responsabilidade Sexual na Adolescência

Estratégia de estímulo aos adolescentes para o uso de sua criatividade, sua linguagem e sua visão de mundo na elaboração de materiais educativos sobre questões relativas a ao tema Responsabilidade Sexual na Adolescência. Viabilizou a produção e distribuição qualificada do jogo Ludi-Sex e da revista em quadrinhos Susexo.


Período: 1988 a 1990


Parceiros: Ministério da Saúde, Ministério da Educação e Cultura e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.

1989

1989-1991 - Programa de Saúde Integral pra Jovens 1989-1991 - Programa de Saúde Integral pra Jovens

Implantação do Centro de Orientação e Referência para Adolescentes no Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, visando à promoção da saúde integral de seus aprendizes e de jovens da comunidade.


Abrangência: Salvador


Período: 1989 a 1991


Parceiros:

Pathfinder International

1989-1990 - Movimento da Absoluta Prioridade 1989-1990 - Movimento da Absoluta Prioridade

Contribuição ao movimento nacional de apoio à elaboração e aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente.


Abrangência: Nacional


Período: 1989 a 1990


Parceiros:

Diversos

1989 - Inventário de Necessidades e Aspirações dos Adolescentes 1989 - Inventário de Necessidades e Aspirações dos Adolescentes

Realização de pesquisa nacional sobre os assuntos de maior interesse dos adolescentes na área de educação sexual, subsidiando posterior elaboração de manual de saúde sexual e reprodutiva para educadores, publicado pela Fundação Pathfinder.


Abrangência: Nacional


Período: 1989


Parceiros:

Ministérios da Saúde e Educação, Pathfinder International e Cesex – Centro de Sexologia de Brasília.

1989-1991 - Programa de Saúde Integral pra Jovens

Implantação do Centro de Orientação e Referência para Adolescentes no Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, visando à promoção da saúde integral de seus aprendizes e de jovens da comunidade.


Abrangência: Salvador


Período: 1989 a 1991


Parceiros:

Pathfinder International

1989-1990 - Movimento da Absoluta Prioridade

Contribuição ao movimento nacional de apoio à elaboração e aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente.


Abrangência: Nacional


Período: 1989 a 1990


Parceiros:

Diversos

1989 - Inventário de Necessidades e Aspirações dos Adolescentes

Realização de pesquisa nacional sobre os assuntos de maior interesse dos adolescentes na área de educação sexual, subsidiando posterior elaboração de manual de saúde sexual e reprodutiva para educadores, publicado pela Fundação Pathfinder.


Abrangência: Nacional


Período: 1989


Parceiros:

Ministérios da Saúde e Educação, Pathfinder International e Cesex – Centro de Sexologia de Brasília.

1990

1990 - Curso-Piloto sobre Saúde Sexual e Reprodutiva 1990 - Curso-Piloto sobre Saúde Sexual e Reprodutiva

Atualização e reciclagem de educadores de escolas públicas de 5ª à 8ª séries para atuarem como multiplicadores na área da saúde sexual e reprodutiva e testagem dos materiais educativos produzidos pela Fundação Odebrecht e seus parceiros.


Abrangência: Distrito Federal


Período: 1990


Parceiros:

Ministério da Educação e Cultura e Cesex – Centro de Sexologia de Brasília.

1990 - Programa de Educação Sexual para Vendedores Ambulantes 1990 - Programa de Educação Sexual para Vendedores Ambulantes

Realização de programa de educação sexual para adolescentes vendedores ambulantes da Estação da Lapa, através de atendimentos aos jovens e capacitação de técnicos.


Abrangência: Salvador


Período: 1990


Parceiros: Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, Sutram – Superintendência de Transportes de Trânsito do Município de Salvador, LAR – Liga de Assistência e Recuperação e Juizado de Menores da Câmara de Salvador

1990 - Curso-Piloto sobre Saúde Sexual e Reprodutiva

Atualização e reciclagem de educadores de escolas públicas de 5ª à 8ª séries para atuarem como multiplicadores na área da saúde sexual e reprodutiva e testagem dos materiais educativos produzidos pela Fundação Odebrecht e seus parceiros.


Abrangência: Distrito Federal


Período: 1990


Parceiros:

Ministério da Educação e Cultura e Cesex – Centro de Sexologia de Brasília.

1990 - Programa de Educação Sexual para Vendedores Ambulantes

Realização de programa de educação sexual para adolescentes vendedores ambulantes da Estação da Lapa, através de atendimentos aos jovens e capacitação de técnicos.


Abrangência: Salvador


Período: 1990


Parceiros: Liceu de Artes e Ofícios da Bahia, Sutram – Superintendência de Transportes de Trânsito do Município de Salvador, LAR – Liga de Assistência e Recuperação e Juizado de Menores da Câmara de Salvador

1992

1992-1994 - Prêmio Fundação Odebrecht - Gravidez na Adolescência 1992-1994 - Prêmio Fundação Odebrecht - Gravidez na Adolescência

Estratégia de estímulo aos adolescentes para o uso de sua criatividade, sua linguagem e sua visão de mundo na elaboração de materiais educativos sobre questões relativas a ao tema Gravidez na Adolescência. Viabilizou a produção e distribuição qualificada dos vídeos Amor em Dois Tempos e Segredos de Adolescentes.


Período: 1992 a 1994

1992-1993 - Grupo de Teatro Nossa Cara 1992-1993 - Grupo de Teatro Nossa Cara

Apoio ao grupo de teatro Nossa Cara, formado por adolescentes baianos, para apresentação da peça O Que Você Acha Disso Tudo? sobre sexualidade e gravidez na adolescência.


Abrangência: Bahia


Período: 1992 a 1993


Parceiros:

CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1992-1993 - Capacitação de Professores de Magistério em Educação Sexual 1992-1993 - Capacitação de Professores de Magistério em Educação Sexual

Reciclagem e capacitação de educadores de escolas de magistério na área de saúde sexual e reprodutiva.
 


Abrangência: Bahia, Alagoas, Ceará e Sergipe


Período: 1992 a 1993


Parceiros:

FNUAP – Fundo de População das Nações UnidasSecretarias de Educação dos Estados da Bahia, Alagoas, Ceará e Sergipe, Cesex – Centro de Sexologia de BrasíliaABC – Agência Brasileira de Cooperação.

1992-1994 - Prêmio Fundação Odebrecht - Gravidez na Adolescência

Estratégia de estímulo aos adolescentes para o uso de sua criatividade, sua linguagem e sua visão de mundo na elaboração de materiais educativos sobre questões relativas a ao tema Gravidez na Adolescência. Viabilizou a produção e distribuição qualificada dos vídeos Amor em Dois Tempos e Segredos de Adolescentes.


Período: 1992 a 1994

1992-1993 - Grupo de Teatro Nossa Cara

Apoio ao grupo de teatro Nossa Cara, formado por adolescentes baianos, para apresentação da peça O Que Você Acha Disso Tudo? sobre sexualidade e gravidez na adolescência.


Abrangência: Bahia


Período: 1992 a 1993


Parceiros:

CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1992-1993 - Capacitação de Professores de Magistério em Educação Sexual

Reciclagem e capacitação de educadores de escolas de magistério na área de saúde sexual e reprodutiva.
 


Abrangência: Bahia, Alagoas, Ceará e Sergipe


Período: 1992 a 1993


Parceiros:

FNUAP – Fundo de População das Nações UnidasSecretarias de Educação dos Estados da Bahia, Alagoas, Ceará e Sergipe, Cesex – Centro de Sexologia de BrasíliaABC – Agência Brasileira de Cooperação.

1993

1993-1995 - Programa de Formação de Adolescentes Voluntários 1993-1995 - Programa de Formação de Adolescentes Voluntários

Promoção do desenvolvimento pessoal e social dos jovens, estimulando-os a tomar consciência sobre o seu projeto de vida, a exercer sua cidadania e atuar como voluntários em ações sociais na comunidade.


Abrangência: Salvador


Período: 1993 a 1995

1993-1995 - Viver 1993-1995 - Viver

Desenvolvimento do potencial crítico e criativo dos jovens e estímulo à sua participação voluntária na realização de ações sociais.


Abrangência: Belo Horizonte


Período: 1993 a 1995


Parceiros:

Sistema Pitágoras de Ensino

1993-1995 - Programa de Formação de Adolescentes Voluntários

Promoção do desenvolvimento pessoal e social dos jovens, estimulando-os a tomar consciência sobre o seu projeto de vida, a exercer sua cidadania e atuar como voluntários em ações sociais na comunidade.


Abrangência: Salvador


Período: 1993 a 1995

1993-1995 - Viver

Desenvolvimento do potencial crítico e criativo dos jovens e estímulo à sua participação voluntária na realização de ações sociais.


Abrangência: Belo Horizonte


Período: 1993 a 1995


Parceiros:

Sistema Pitágoras de Ensino

1994

1994-1998 - Educação Afetivo-Sexual 1994-1998 - Educação Afetivo-Sexual

Inserção de metodologias participativas e temas emergentes, como qualidade da educação, cidadania, sexualidade e prevenção ao abuso de drogas, no sistema público de educação do estado de Minas Gerais, através da sensibilização de técnicos e dirigentes e da capacitação de educadores e adolescentes multiplicadores.


Abrangência: Minas Gerais


Período: 1994 a 1998


Parceiros: Secretaria da Educação do Estado de Minas Gerais e Prosex – Programa de Aperfeiçoamento em Sexologia e Educação Sexual.

1994-1997 - Memorial Pirajá 1994-1997 - Memorial Pirajá

Concepção, implantação e sistematização de modelo de educação ambiental na 16ª Região da rede municipal de Salvador, através da capacitação de educadores, da realização de projetos educativos nas escolas envolvidas e da produção de kit pedagógico sobre o tema.


Abrangência: Salvador


Período: 1994 a 1997


Parceiros:

Secretaria Municipal de Educação de Salvador e Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu.

1994-1997 - Educação: um Exercício de Cidadania 1994-1997 - Educação: um Exercício de Cidadania

Inserção de metodologias participativas e temas emergentes (como cidadania, etnia, qualidade da educação e sexualidade), com ênfase no teatro educativo, nos sistemas públicos de educação e de saúde de Salvador, através da capacitação conjunta de educadores, profissionais de saúde e adolescentes multiplicadores e da mobilização das comunidades vizinhas.


Abrangência: Salvador


Período: 1994 a 1997


Parceiros: Secretarias Municipais de Educação e de Saúde de Salvador e CRIA –Centro de Referência Integral do Adolescente.

1994-1997 - Programa de Aprendizes do Centro Educacional Santo Antônio 1994-1997 - Programa de Aprendizes do Centro Educacional Santo Antônio

Apoio ao desenvolvimento de programa de educação de jovens pelo trabalho, com interfaces com o ensino fundamental.


Abrangência: Simões Filho


Período: 1994 a 1997


Parceiros:

Centro Educacional Santo Antônio, Obras Sociais de Irmã Dulce e Núcleo de Psicologia Social da Bahia

1994-1997 - Educarte 1994-1997 - Educarte

Inserção de metodologias participativas e temas emergentes, como sexualidade e cidadania, com base na arte-educação, nos sistemas públicos de ensino e de saúde do município do Rio de Janeiro, através da sensibilização de técnicos e dirigentes, da capacitação de educadores e profissionais de saúde e da formação de adolescentes multiplicadores de ações educativas.


Abrangência: Rio de Janeiro


Período: 1994 a 1997


Parceiros:

Secretarias Municipais de Educação e de Saúde do Rio de Janeiro e Cedus – Centro de Educação Sexual.

1994-1996 - Berimbau 1994-1996 - Berimbau

Fortalecimento institucional, modernização e expansão do Movimento Escoteiro na Bahia, através da capacitação de dirigentes, líderes, técnicos e escotistas adultos.


Abrangência: Bahia


Período: 1994 a 1996


Parceiros: União dos Escoteiros do Brasil / Regional Bahia

1994-1996 - Desenvolvimento Pessoal e Social de Jovens de Comunidades Populares 1994-1996 - Desenvolvimento Pessoal e Social de Jovens de Comunidades Populares

Realização de programa de formação integral de 70 jovens provenientes de comunidades populares de Salvador, visando prepará-los para o exercício de uma cidadania responsável, consciente e produtiva, através de ações voltadas ao seu desenvolvimento pessoal e social, à complementação de sua educação escolar e à preparação para o mundo do trabalho.


Abrangência: Salvador


Período: 1994 a 1996


Parceiros: Serviço Social do Mosteiro de São Bento

1994-1995 - Campanha Só a Escola Corrige o Brasil 1994-1995 - Campanha Só a Escola Corrige o Brasil

Campanha veiculada em rede nacional de televisão e em revistas de circulação nacional, atingindo 146 milhões de pessoas, com os seguintes objetivos: na primeira etapa, colocar a questão educacional no centro do debate político-eleitoral e qualificar a demanda da sociedade com relação à educação; na segunda etapa, alertar a população para os graves problemas acarretados pelos altíssimos níveis de repetência e combater o conformismo da sociedade para com esta questão.


Abrangência: Nacional


Período: 1994 a 1995


Parceiros:

Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância

1994-1995 - Expansão da Educação Sexual - Bahia 1994-1995 - Expansão da Educação Sexual - Bahia

Consolidação e ampliação dos programas de educação sexual na rede pública de ensino, iniciados através do projeto de capacitação de professores de magistério, visando à capacitação de outros educadores e implantação de um sistema de acompanhamento e avaliação.


Abrangência: Bahia


Período: 1994 a 1995


Parceiros:

Secretaria de Educação do Estado da Bahia e Cesex – Centro de Sexologia de Brasília.

1994 - Adolescência Criativa 1994 - Adolescência Criativa

Realização de ações visando ao desenvolvimento pessoal e social dos adolescentes, através da capacitação em serviço dos professores da Escola Criativa Olodum.


Abrangência: Salvador


Período: 1994


Parceiros: Grupo Cultural Olodum

1994-1998 - Educação Afetivo-Sexual

Inserção de metodologias participativas e temas emergentes, como qualidade da educação, cidadania, sexualidade e prevenção ao abuso de drogas, no sistema público de educação do estado de Minas Gerais, através da sensibilização de técnicos e dirigentes e da capacitação de educadores e adolescentes multiplicadores.


Abrangência: Minas Gerais


Período: 1994 a 1998


Parceiros: Secretaria da Educação do Estado de Minas Gerais e Prosex – Programa de Aperfeiçoamento em Sexologia e Educação Sexual.

1994-1997 - Memorial Pirajá

Concepção, implantação e sistematização de modelo de educação ambiental na 16ª Região da rede municipal de Salvador, através da capacitação de educadores, da realização de projetos educativos nas escolas envolvidas e da produção de kit pedagógico sobre o tema.


Abrangência: Salvador


Período: 1994 a 1997


Parceiros:

Secretaria Municipal de Educação de Salvador e Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu.

1994-1997 - Educação: um Exercício de Cidadania

Inserção de metodologias participativas e temas emergentes (como cidadania, etnia, qualidade da educação e sexualidade), com ênfase no teatro educativo, nos sistemas públicos de educação e de saúde de Salvador, através da capacitação conjunta de educadores, profissionais de saúde e adolescentes multiplicadores e da mobilização das comunidades vizinhas.


Abrangência: Salvador


Período: 1994 a 1997


Parceiros: Secretarias Municipais de Educação e de Saúde de Salvador e CRIA –Centro de Referência Integral do Adolescente.

1994-1997 - Programa de Aprendizes do Centro Educacional Santo Antônio

Apoio ao desenvolvimento de programa de educação de jovens pelo trabalho, com interfaces com o ensino fundamental.


Abrangência: Simões Filho


Período: 1994 a 1997


Parceiros:

Centro Educacional Santo Antônio, Obras Sociais de Irmã Dulce e Núcleo de Psicologia Social da Bahia

1994-1997 - Educarte

Inserção de metodologias participativas e temas emergentes, como sexualidade e cidadania, com base na arte-educação, nos sistemas públicos de ensino e de saúde do município do Rio de Janeiro, através da sensibilização de técnicos e dirigentes, da capacitação de educadores e profissionais de saúde e da formação de adolescentes multiplicadores de ações educativas.


Abrangência: Rio de Janeiro


Período: 1994 a 1997


Parceiros:

Secretarias Municipais de Educação e de Saúde do Rio de Janeiro e Cedus – Centro de Educação Sexual.

1994-1996 - Berimbau

Fortalecimento institucional, modernização e expansão do Movimento Escoteiro na Bahia, através da capacitação de dirigentes, líderes, técnicos e escotistas adultos.


Abrangência: Bahia


Período: 1994 a 1996


Parceiros: União dos Escoteiros do Brasil / Regional Bahia

1994-1996 - Desenvolvimento Pessoal e Social de Jovens de Comunidades Populares

Realização de programa de formação integral de 70 jovens provenientes de comunidades populares de Salvador, visando prepará-los para o exercício de uma cidadania responsável, consciente e produtiva, através de ações voltadas ao seu desenvolvimento pessoal e social, à complementação de sua educação escolar e à preparação para o mundo do trabalho.


Abrangência: Salvador


Período: 1994 a 1996


Parceiros: Serviço Social do Mosteiro de São Bento

1994-1995 - Campanha Só a Escola Corrige o Brasil

Campanha veiculada em rede nacional de televisão e em revistas de circulação nacional, atingindo 146 milhões de pessoas, com os seguintes objetivos: na primeira etapa, colocar a questão educacional no centro do debate político-eleitoral e qualificar a demanda da sociedade com relação à educação; na segunda etapa, alertar a população para os graves problemas acarretados pelos altíssimos níveis de repetência e combater o conformismo da sociedade para com esta questão.


Abrangência: Nacional


Período: 1994 a 1995


Parceiros:

Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância

1994-1995 - Expansão da Educação Sexual - Bahia

Consolidação e ampliação dos programas de educação sexual na rede pública de ensino, iniciados através do projeto de capacitação de professores de magistério, visando à capacitação de outros educadores e implantação de um sistema de acompanhamento e avaliação.


Abrangência: Bahia


Período: 1994 a 1995


Parceiros:

Secretaria de Educação do Estado da Bahia e Cesex – Centro de Sexologia de Brasília.

1994 - Adolescência Criativa

Realização de ações visando ao desenvolvimento pessoal e social dos adolescentes, através da capacitação em serviço dos professores da Escola Criativa Olodum.


Abrangência: Salvador


Período: 1994


Parceiros: Grupo Cultural Olodum

1995

1995-1998 - Prêmio Fundação Odebrecht - O Adolescente por uma Escola Melhor 1995-1998 - Prêmio Fundação Odebrecht - O Adolescente por uma Escola Melhor

Estratégia de estímulo aos adolescentes para o uso de sua criatividade, sua linguagem e sua visão de mundo na elaboração de ações e materiais educativos sobre questões relativas ao tema: o adolescente por uma escola melhor. Viabilizou a execução do projeto Corrente pra Frente e a produção do kit Brasil “Treta” ou Tetracampeão.


Período: 1995 a 1998


Parceiros:

Unicef

1995-1998 - Escola de Vídeo 1995-1998 - Escola de Vídeo

Concepção, implantação e sistematização de programa educacional voltado para a leitura crítica dos meios de comunicação de massa e para o uso do vídeo como ferramenta pedagógica na formação de jovens, envolvendo capacitação de professores, iniciação profissional de adolescentes e produção de kit pedagógico sobre a experiência.


Abrangência: Recife


Período: 1995 a 1998


Parceiros: Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente de Recife e Auçuba.

1995-1997 - Cadastro Nacional das Iniciativas Não-Formais de Educação Profissional de Adolescentes 1995-1997 - Cadastro Nacional das Iniciativas Não-Formais de Educação Profissional de Adolescentes

Mapeamento nacional e publicação de cadastro com 1.686 experiências não-formais de iniciação profissional voltadas para jovens de segmentos economicamente menos favorecidos, visando promover a qualificação e inserção desses agentes nas políticas públicas de educação profissional.


Abrangência: Brasil


Período: 1995 a 1997


Parceiros:

Instituto Ayrton Senna, Instituto Credicard, Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, Ministério do Trabalho / Sefor – Secretaria de Formação e Desenvolvimento Profissional, Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância e Vitae – Apoio à Cultura, Educação e Promoção Social

1995-1997 - Extensão Pedagógica do Ilê Aiyê 1995-1997 - Extensão Pedagógica do Ilê Aiyê

Desenvolvimento de programa educacional baseado no resgate e valorização da contribuição do negro na sociedade brasileira, envolvendo capacitação de professores de escolas públicas no bairro da Liberdade, mobilização de crianças e adolescentes do bairro, realização de concursos e oficinas de arte e cultura afro e publicação de cadernos de apoio ao educador.


Abrangência: Salvador


Período: 1995 a 1997


Parceiros:

Associação Cultural Ilê AiyêUnicefCentro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia, Cese – Centro Ecumênico Serviços e Secretaria Municipal de Educação.

1995-1996 - Crescendo em Cidadania 1995-1996 - Crescendo em Cidadania

Formação de jovens multiplicadores e criação de materiais sobre sexualidade (gibi), uso abusivo de drogas (jogo) e protagonismo juvenil (cartilha), visando à utilização em ações educativas na rede pública de ensino.


Abrangência: Campinas


Período: 1995 a 1996


Parceiros: SOS Adolescentes

1995-1996 - Merchandising Social 1995-1996 - Merchandising Social

Processo de sensibilização e informação, visando influenciar os meios de comunicação de massa, em especial as redes de TV, a inserir questões relacionadas à melhoria da qualidade da educação na sua programação.


Abrangência: Nacional


Período: 1995 a 1996

1995 - Grupo de Teatro Os 13 Camaleões 1995 - Grupo de Teatro Os 13 Camaleões

Apoio à formação do grupo de teatro Os 13 Camaleões, composto por adolescentes cariocas, para apresentação de peça teatral O Que Você Acha Disso Tudo?, sobre adolescência, família e sexualidade, para alunos e educadores de ONGs e escolas públicas municipais do Rio de Janeiro.


Abrangência: Rio de Janeiro


Período: 1995


Parceiros: CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1995 - Grupo Tribo do Teatro 1995 - Grupo Tribo do Teatro

Apoio ao grupo Tribo do Teatro, composto por adolescentes baianos, para montagem e apresentação de peça teatral Quem Descobriu o Amor?, sobre sexualidade, etnia e questões do gênero para alunos e educadores de ONGs e escolas públicas municipais de Salvador.


Abrangência: Salvador


Período: 1995


Parceiros:

CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1995 - Escola: Falta mais O Quê? 1995 - Escola: Falta mais O Quê?

Apoio à montagem e apresentação de peça de teatro, com adolescentes, sobre a melhoria da qualidade da educação, como parte das ações de mobilização do Prêmio Fundação Odebrecht/Unicef 1995.


Abrangência: Bahia


Período: 1995


Parceiros: CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1995-1998 - Prêmio Fundação Odebrecht - O Adolescente por uma Escola Melhor

Estratégia de estímulo aos adolescentes para o uso de sua criatividade, sua linguagem e sua visão de mundo na elaboração de ações e materiais educativos sobre questões relativas ao tema: o adolescente por uma escola melhor. Viabilizou a execução do projeto Corrente pra Frente e a produção do kit Brasil “Treta” ou Tetracampeão.


Período: 1995 a 1998


Parceiros:

Unicef

1995-1998 - Escola de Vídeo

Concepção, implantação e sistematização de programa educacional voltado para a leitura crítica dos meios de comunicação de massa e para o uso do vídeo como ferramenta pedagógica na formação de jovens, envolvendo capacitação de professores, iniciação profissional de adolescentes e produção de kit pedagógico sobre a experiência.


Abrangência: Recife


Período: 1995 a 1998


Parceiros: Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Planejamento e Meio Ambiente de Recife e Auçuba.

1995-1997 - Cadastro Nacional das Iniciativas Não-Formais de Educação Profissional de Adolescentes

Mapeamento nacional e publicação de cadastro com 1.686 experiências não-formais de iniciação profissional voltadas para jovens de segmentos economicamente menos favorecidos, visando promover a qualificação e inserção desses agentes nas políticas públicas de educação profissional.


Abrangência: Brasil


Período: 1995 a 1997


Parceiros:

Instituto Ayrton Senna, Instituto Credicard, Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, Ministério do Trabalho / Sefor – Secretaria de Formação e Desenvolvimento Profissional, Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância e Vitae – Apoio à Cultura, Educação e Promoção Social

1995-1997 - Extensão Pedagógica do Ilê Aiyê

Desenvolvimento de programa educacional baseado no resgate e valorização da contribuição do negro na sociedade brasileira, envolvendo capacitação de professores de escolas públicas no bairro da Liberdade, mobilização de crianças e adolescentes do bairro, realização de concursos e oficinas de arte e cultura afro e publicação de cadernos de apoio ao educador.


Abrangência: Salvador


Período: 1995 a 1997


Parceiros:

Associação Cultural Ilê AiyêUnicefCentro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia, Cese – Centro Ecumênico Serviços e Secretaria Municipal de Educação.

1995-1996 - Crescendo em Cidadania

Formação de jovens multiplicadores e criação de materiais sobre sexualidade (gibi), uso abusivo de drogas (jogo) e protagonismo juvenil (cartilha), visando à utilização em ações educativas na rede pública de ensino.


Abrangência: Campinas


Período: 1995 a 1996


Parceiros: SOS Adolescentes

1995-1996 - Merchandising Social

Processo de sensibilização e informação, visando influenciar os meios de comunicação de massa, em especial as redes de TV, a inserir questões relacionadas à melhoria da qualidade da educação na sua programação.


Abrangência: Nacional


Período: 1995 a 1996

1995 - Grupo de Teatro Os 13 Camaleões

Apoio à formação do grupo de teatro Os 13 Camaleões, composto por adolescentes cariocas, para apresentação de peça teatral O Que Você Acha Disso Tudo?, sobre adolescência, família e sexualidade, para alunos e educadores de ONGs e escolas públicas municipais do Rio de Janeiro.


Abrangência: Rio de Janeiro


Período: 1995


Parceiros: CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1995 - Grupo Tribo do Teatro

Apoio ao grupo Tribo do Teatro, composto por adolescentes baianos, para montagem e apresentação de peça teatral Quem Descobriu o Amor?, sobre sexualidade, etnia e questões do gênero para alunos e educadores de ONGs e escolas públicas municipais de Salvador.


Abrangência: Salvador


Período: 1995


Parceiros:

CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1995 - Escola: Falta mais O Quê?

Apoio à montagem e apresentação de peça de teatro, com adolescentes, sobre a melhoria da qualidade da educação, como parte das ações de mobilização do Prêmio Fundação Odebrecht/Unicef 1995.


Abrangência: Bahia


Período: 1995


Parceiros: CRIA – Centro de Referência Integral do Adolescente

1996

1996-1997 - Corrente pra Frente 1996-1997 - Corrente pra Frente

Viabilização do projeto vencedor do Prêmio Fundação Odebrecht/Unicef 1995, por meio da realização de uma corrente de cartas enviadas por jovens para outros jovens ou para o presidente da República, com sugestões para a melhoria da qualidade da educação no país. Ao todo, foram enviadas 1.473 cartas, em que os adolescentes comparam a escola que têm com aquela que desejam, cujo resultado está apresentado no trabalho A Direção do Olhar do Adolescente: Focalizando a Escola, publicado pela editora Artes Médicas, em 1997.

Abrangência: Nacional


Período: 1996 a 1997


Parceiros:

Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância e Avante – Educação e Cultura.

1996-1997 - Corrente pra Frente

Viabilização do projeto vencedor do Prêmio Fundação Odebrecht/Unicef 1995, por meio da realização de uma corrente de cartas enviadas por jovens para outros jovens ou para o presidente da República, com sugestões para a melhoria da qualidade da educação no país. Ao todo, foram enviadas 1.473 cartas, em que os adolescentes comparam a escola que têm com aquela que desejam, cujo resultado está apresentado no trabalho A Direção do Olhar do Adolescente: Focalizando a Escola, publicado pela editora Artes Médicas, em 1997.

Abrangência: Nacional


Período: 1996 a 1997


Parceiros:

Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância e Avante – Educação e Cultura.

1997

1997-2000 - Pacto do Sítio do Descobrimento pela Educação 1997-2000 - Pacto do Sítio do Descobrimento pela Educação

Mobilização, articulação e apoio a ações visando garantir a entrada, a permanência e o sucesso, na escola, de todas as crianças e adolescentes dos municípios de Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Prado e Belmonte, até o ano 2000.

Abrangência: Bahia


Período: 1997 a 2000


Parceiros:

Instituto Ayrton SennaFundação Orsa, Prefeituras Municipais de Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Prado e Belmonte, grupos jovens e a sociedade civil organizada da região.

1997-2000 - Canal Futura 1997-2000 - Canal Futura

Participação na criação e implementação do primeiro canal de TV educativo do país, totalmente financiado e gerido pela iniciativa privada. Sua missão é contribuir para a formação educacional e possibilitar o acesso ao conhecimento, visando ao desenvolvimento do potencial, da iniciativa e da participação de crianças, jovens e adultos.

Abrangência: Nacional


Período: 1997 a 2000


Parceiros:

Instituto Ayrton Senna/Compaq, Sistemas FIESP, CNT, CNI e FIRJAN, Grupo VotorantimSadiaRede GloboBanco ItaúFundação BradescoSEBRAERBS e CNN

1997 - Os Jovens e a Mídia 1997 - Os Jovens e a Mídia

Contribuição para mudança do comportamento editorial da mídia dedicada ao público jovem, com ênfase na inserção de temas considerados de relevância social, importantes para a formação dos adolescentes.


Abrangência: Nacional


Período: 1997


Parceiros:

ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância

1997-2000 - Pacto do Sítio do Descobrimento pela Educação

Mobilização, articulação e apoio a ações visando garantir a entrada, a permanência e o sucesso, na escola, de todas as crianças e adolescentes dos municípios de Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Prado e Belmonte, até o ano 2000.

Abrangência: Bahia


Período: 1997 a 2000


Parceiros:

Instituto Ayrton SennaFundação Orsa, Prefeituras Municipais de Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Prado e Belmonte, grupos jovens e a sociedade civil organizada da região.

1997-2000 - Canal Futura

Participação na criação e implementação do primeiro canal de TV educativo do país, totalmente financiado e gerido pela iniciativa privada. Sua missão é contribuir para a formação educacional e possibilitar o acesso ao conhecimento, visando ao desenvolvimento do potencial, da iniciativa e da participação de crianças, jovens e adultos.

Abrangência: Nacional


Período: 1997 a 2000


Parceiros:

Instituto Ayrton Senna/Compaq, Sistemas FIESP, CNT, CNI e FIRJAN, Grupo VotorantimSadiaRede GloboBanco ItaúFundação BradescoSEBRAERBS e CNN

1997 - Os Jovens e a Mídia

Contribuição para mudança do comportamento editorial da mídia dedicada ao público jovem, com ênfase na inserção de temas considerados de relevância social, importantes para a formação dos adolescentes.


Abrangência: Nacional


Período: 1997


Parceiros:

ANDI – Agência de Notícias dos Direitos da Infância

1999

1999-2004 - Aliança com o Adolescente pelo Desenvolvimento Sustentável no Nordeste 1999-2004 - Aliança com o Adolescente pelo Desenvolvimento Sustentável no Nordeste

Atualmente sendo conduzido pelo Instituto Aliança, este programa contempla ao mesmo tempo, programas integrados de valorização dos recursos humanos, sociais, culturais, ambientais e produtivos de uma microrregião e a formação integral dos adolescentes, para que eles atuem com autonomia e solidariedade na construção de uma sociedade produtiva, integrada e sustentável.


Abrangência: Regiões do Baixo Sul (BA), Bacia do Goitá (PE) e Médio Jaguaribe (CE)


Período: 1999 a 2004


Parceiros:

Instituto Ayrton SennaFundação KelloggBNDES.

1999-2000 - Programa de Formação de Adolescentes Voluntários 1999-2000 - Programa de Formação de Adolescentes Voluntários

Promoção do desenvolvimento pessoal e social dos jovens, estimulando-os a tomar consciência sobre o seu projeto de vida, a exercer sua cidadania e atuar como voluntários em ações sociais na comunidade.


Abrangência: Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália e Eunápolis


Período: 1999 a 2000

1999 - Programa de Promoção do Voluntariado Jovem 1999 - Programa de Promoção do Voluntariado Jovem

Capacitação de educadores e instituições interessadas em formar e/ou atuar como voluntariado juvenil, a partir da sistematização e disseminação da metodologia de formação de adolescentes voluntários da Fundação Odebrecht.


Abrangência: Nacional


Período: 1999


Parceiros:

Programa Voluntários da Comunidade Solidária e Centros de Voluntários.

1999-2004 - Aliança com o Adolescente pelo Desenvolvimento Sustentável no Nordeste

Atualmente sendo conduzido pelo Instituto Aliança, este programa contempla ao mesmo tempo, programas integrados de valorização dos recursos humanos, sociais, culturais, ambientais e produtivos de uma microrregião e a formação integral dos adolescentes, para que eles atuem com autonomia e solidariedade na construção de uma sociedade produtiva, integrada e sustentável.


Abrangência: Regiões do Baixo Sul (BA), Bacia do Goitá (PE) e Médio Jaguaribe (CE)


Período: 1999 a 2004


Parceiros:

Instituto Ayrton SennaFundação KelloggBNDES.

1999-2000 - Programa de Formação de Adolescentes Voluntários

Promoção do desenvolvimento pessoal e social dos jovens, estimulando-os a tomar consciência sobre o seu projeto de vida, a exercer sua cidadania e atuar como voluntários em ações sociais na comunidade.


Abrangência: Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália e Eunápolis


Período: 1999 a 2000

1999 - Programa de Promoção do Voluntariado Jovem

Capacitação de educadores e instituições interessadas em formar e/ou atuar como voluntariado juvenil, a partir da sistematização e disseminação da metodologia de formação de adolescentes voluntários da Fundação Odebrecht.


Abrangência: Nacional


Período: 1999


Parceiros:

Programa Voluntários da Comunidade Solidária e Centros de Voluntários.

2000

2000 - Prêmio Jovens Voluntários 2000 - Prêmio Jovens Voluntários

Realização de concurso e premiação de projetos de atuação voluntária elaborados por jovens, viabilizando a implementação dos mesmos através de capacitação, acompanhamento e apoio financeiro.


Abrangência: Nacional


Período: 2000


Parceiros:

Programa Voluntários da Comunidade Solidária, Instituto C&A de Desenvolvimento Social e Centros de Voluntários.

2000 - Prêmio Jovens Voluntários

Realização de concurso e premiação de projetos de atuação voluntária elaborados por jovens, viabilizando a implementação dos mesmos através de capacitação, acompanhamento e apoio financeiro.


Abrangência: Nacional


Período: 2000


Parceiros:

Programa Voluntários da Comunidade Solidária, Instituto C&A de Desenvolvimento Social e Centros de Voluntários.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital