Apoie Nossa Causa

Conheça histórias de jovens protagonistas que participaram de projetos apoiados pela Fundação Odebrecht ao longo dos seus mais de 50 anos.
Edivanio Silva
Edivanio Silva
Espírito de servir é marca de jovem protagonista

“Protagonismo Juvenil é pensar na comunidade”. Em poucas palavras e com muita seriedade, o jovem Edivanio Silva, 25 anos, define o que significa para ele ser um jovem protagonista de seu destino. Estudante do último ano de Administração, Edivanio participou de diversos projetos apoiados pela Fundação Odebrecht, na região do Baixo Sul da Bahia, durante a realização do Programa Aliança com o Adolescente pelo Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, entre os anos de 1999 e 2002.

“A principal mudança em minha vida foi adquirir essa visão. Depois de participar do projeto ‘Conhecendo o Baixo Sul’ comecei a entender e exercer meu papel como cidadão”, conta Edivanio, que nasceu no município de Feira de Santana e se mudou, ainda criança, para Presidente Tancredo Neves.

Após sua passagem pelos projetos da Aliança, Edivanio fez estágio no Instituto Direito e Cidadania, uma iniciativa integrada ao Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Baixo Sul – DIS Baixo Sul. “Lá tive os primeiros contatos com a Tecnologia Empresarial Odebrecht [TEO] que, para mim, é uma filosofia de vida. Aprendi como é importante converter problemas em oportunidades. Acima de tudo, aprendi que o ato mais nobre de um ser humano é servir ao seu semelhante”.

Novos caminhos levaram o jovem a estagiar na Casa Familiar Rural (CFR) de Presidente Tancredo Neves. Muito trabalho e dedicação ajudaram-no a galgar espaços e alcançar a posição de responsável pela Organização Dinâmica da CFR. “Estou colaborando para fazer valer o que a TEO diz: formar talentos locais, potencializando-os para atingir novos desafios, ou seja, contribuindo com a formação de novos lideres”.

Conheça a história de outros jovens apoiados

No caderno de Gustavo Nascimento, 15 anos, fórmulas matemáticas dividem espaço com anotações sobre horticultura e administração rural. E quando não está adquirindo novos conhecimentos teóricos, é no campo, com aulas práticas, que o seu aprendizado vem sendo fortalecido. A formação é oferecida pela Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN) com o curso de Formação Técnica em Agropecuária integrado ao Ensino Médio.

“Um dos diferenciais da escola é a visão empresarial para o futuro", explica Quionei Araújo, Diretor da unidade de ensino. Por isso, ele ressalta a importância de combinar a teoria, a prática e a visão de negócio, contextualizadas à realidade da zona rural, e, sobretudo, potencializar os valores sociais e ambientais. “Estou conseguindo enxergar a agricultura, que é a base da minha família, com uma visão diferente. É um ensinamento muito bom, que já está fazendo a diferença na minha vida”, conta o estudante, filho de pequenos produtores da comunidade de Nova Esperança, em Wenceslau Guimarães (BA).

Com o incentivo da Casa Familiar e de projetos como o de Formação de Adolescentes Futuros Empresários Rurais, apoiado via Programa Tributo ao Futuro, da Fundação Odebrecht, Gustavo já começa a assumir responsabilidades como agricultor. “Tenho o meu próprio projeto produtivo, onde posso aplicar o que aprendo e ainda gerar lucro, podendo reinvestir para próximas colheitas”, afirma. O adolescente planta banana-da-terra e mandioca em uma área de dois hectares. Segundo Araújo, a atividade estimula uma "cultura rural empreendedora, com foco na geração de trabalho e renda buscando dessa forma a permanência dos adolescentes no campo e o desenvolvimento local e regional sustentável”.

A CFR-PTN é apoiada pela Fundação Odebrecht através do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS). A atuação está concentrada em 11 municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano, onde vivem 285 mil pessoas.

De sorriso farto, no auge dos seus 17 anos, Eliana Batista expõe uma vaidade peculiar às meninas de sua faixa etária e esconde um segredo revelado apenas àqueles que visitam a propriedade em que vive com a família, na comunidade da Pimenteira, município de Camamu (BA): a paixão pelo campo. Aluna do terceiro ano da Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I), a jovem decidiu ser agricultora e seguir os passos de seus pais, Benivaldo e Ana Batista. A CFR-I é uma instituição de ensino apoiada pela Fundação Odebrecht através do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrando com Sustentabilidade (PDCIS).

Nos dias em que não está na Casa Familiar, ela acorda, toma café, revisa as tarefas escolares da irmã mais nova e, antes mesmo que os raios solares comecem a surgir, segue para o caminho da roça. “De tanto ouvir meus monitores falar que é possível sentir-se realizada no campo, decidi acreditar. Hoje, os momentos mais felizes da minha vida são quando estou ao lado da minha família, plantado e colhendo. Cada semente que brota da terra representa a realização dos meus sonhos”, diz.

Dedicada aos estudos, Eliana foi contemplada, em 2016, com um projeto educativo-produtivo de um hectare de pupunha. O apoio, que veio através do Programa Tributo ao Futuro - Novas Gerações, também da Fundação Odebrecht, foi encarado como um passo de superação. No período de implantação, ela mostrou sua força nas atividades agrícolas, surpreendendo até mesmo os educadores e a equipe técnica que a acompanham.

Orgulhosos, os pais não escondem a satisfação em ter uma professora dentro de casa, já que a filha repassa os conhecimentos adquiridos na CFR-I. “Não tive a oportunidade de ir à escola, mas ela veio até a mim. E, como bom aluno, procuro seguir as orientações que Eliana nos dá. Temos tido bons resultados por isso”, afirma Benivaldo. A família, que cultiva banana da terra, guaraná, seringueira, cacau e pupunha, trabalha em conjunto para que Eliana alcance voos ainda mais altos, como uma formação, no futuro, em Engenharia Agrônoma.

*Este perfil foi inspirado em texto escrito por Perivane Santos, Interlocutor de Comunicação da CFR-I

Com apenas 22 anos, Déborah da Silva Santana faz seu papel como uma jovem protagonista em sua comunidade, atuando como multiplicadora e supervisora do Projeto Círculos de Leitura.

Acompanhe sua trajetória:

Moro na comunidade do Tanque Grande, município de Teolândia, e concluí o Curso com Habilitação Técnica em Agropecuária, em 2008, na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN). Com essa oportunidade, pude me desenvolver como uma Protagonista Juvenil e confesso que isso foi a porta de entrada para um futuro melhor. Não só para mim, mas para todos os jovens que realmente querem fazer a diferença em suas comunidades ou onde quer que estejam.

Ainda em formação na CFR-PTN, foi realizada uma seleção para identificar pessoas que tivessem gosto por livros e pela atividade de ler. Fui uma das selecionadas a assumir o desafio de agir como multiplicadora do projeto Círculos de Leitura nos colégios da minha comunidade. Em 2010, passei a exercer o cargo de supervisora. Ainda atuo como multiplicadora em sala de aula.

A minha experiência só tem sido positiva. É muito bom trabalhar com a formação de pessoas. E como o Círculos tem me dado essa oportunidade, tenho amadurecido nos âmbitos pessoal e profissional. Também fico feliz em trabalhar com a discussão de obras literárias de reconhecimento nacional e internacional, pois isso contribui para a formação psíquica dos jovens, tanto no processo de aprendizado dos alunos quanto na formação dos multiplicadores e supervisores.

Vejo a passagem pela CFR-PTN como uma grande referência, pois tenho participado de diversos projetos e começado a enxergar um novo horizonte em minha vida. Aprendo a cultivar valores e a praticar os princípios da sabedoria. Creio que todo desenvolvimento só traz grande resultado e permanência quando cuidamos primeiro da base. Essa base é a minha família, e é a partir dela que posso me estruturar melhor diante das oportunidades oferecidas.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital