Comunicação

16h43

Curso de capacitação beneficiará educadores do Baixo Sul

Prefeituras municipais do Baixo Sul da Bahia e Odebrecht levam curso de capacitação da Labor para professores da rede municipal de ensino.

Compartilhe
Tamanho do texto

Será oficializado, no dia 16 de agosto, o convênio entre a Associação dos Municípios do Baixo Sul da Bahia (Amubs), o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides), a Associação Educacional Labor e Odebrecht, que beneficiará professores da rede municipal de 10 municípios do Baixo Sul da Bahia.

A assinatura do convênio acontecerá no edifício sede da Odebrecht em Salvador. Ao todo, 250 docentes efetivos de escolas públicas e mais 20 agentes multiplicadores serão formados através do projeto “Capacitação de Educadores Municipais do Baixo Sul”, que terá início já no dia 17 de outubro. Serão beneficiados professores dos municípios de Presidente Tancredo Neves, Taperoá, Cairu, Nilo Peçanha, Ituberá, Piraí do Norte, Igrapiúna, Camamu, Ibirapitanga e Maraú.

Representando a Labor, estarão presentes o Presidente Ariovaldo Carmignani, a Gerente Administrativo, Marina das Graças Moraes e a Gerente de Projetos, Marlene Rodrigues. Também participarão do evento os Prefeitos e as Secretárias de Educação de cada um dos 10 municípios envolvidos, além do Diretor Executivo do Ides, Marcelo Walter, o Diretor de Comunicação Empresarial da Odebrecht S.A, Márcio Polidoro, e o Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Odebrecht, Norberto Odebrecht.

A Organização Odebrecht investirá R$ 197.420,00 em ações de orientação, planejamento, infra-estrutura, hospedagem e material didático para o curso. As 10 prefeituras, em contrapartida, disponibilizarão R$ 216.000,00. O curso terá a duração de 20 meses e será desenvolvido em dois pólos: Taperoá e Camamu. Cada município selecionará 25 professores e 2 agentes para a capacitação.

A Labor é uma instituição sem fins lucrativos que investiga, elabora e propõe alternativas pedagógicas, instrumentalizando educadores a serem co-autores de um ensino mais eficaz para as crianças e adolescentes em risco de exclusão escolar. O curso buscará desenvolver no docente práticas pedagógicas que melhorem a qualidade do ensino e valorizem a participação dos educandos e de suas famílias no processo educativo, ressaltando a importância de um melhor conhecimento entre alunos, professores e comunidade para uma ação integrada.

“O apoio pedagógico criará condições para que os professores elaborem seus próprios projetos com foco no aluno e em sua realidade”, explica Wolgrand Ribeiro, apoio técnico da Fundação Odebrecht na Câmara Técnica de Educação da Amubs. “O professor será convidado a identificar e aprofundar uma reflexão sobre as necessidades de seus alunos, assim como suas dificuldades e desafios, buscando possíveis causas e soluções”.

Através dos multiplicadores, a idéia é que esse processo se estenda às demais escolas interessadas, mas não contempladas neste primeiro momento. “O diferencial deste curso é que ele é feito dentro da sala de aula, sem perder, portanto, sua realidade local”, conclui Wolgrand.

Atualmente, a Fundação Odebrecht apóia o Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Baixo Sul da Bahia (DIS Baixo Sul), em parceria com o Governo do Estado, a Amubs e o Ides. Os projetos que integram o DIS têm como objetivo desenvolver as localidades beneficiadas, promovendo oportunidades de trabalho e renda, acesso à educação de qualidade, a conservação do meio ambiente e a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa – Fundação Odebrecht
Vivian Barbosa
Tel.:(71) 3206-1553
Fax: (71) 3206-1668
vivian@odebrecht.com
www.fundacaoodebrecht.org.br

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2021. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital