Comunicação

15h20

Odebrecht Óleo e Gás neutraliza emissões de carbono na Área de Proteção Ambiental do Pratigi

Iniciativa é resultado da parceria com a Organização de Conservação da Terra e viabilizará a restauração de três nascentes

Compartilhe
Tamanho do texto

Com uma condição natural ímpar, a área de Proteção Ambiental (APA) do Pratigi, localizada no Baixo Sul da Bahia, foi escolhida pela Odebrecht óleo e Gás para restauração de nascentes referentes à neutralização do carbono das atividades realizadas no ano de 2013. A compensação de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) é resultado da parceria com a Organização de Conservação da Terra (OCT), por meio do Programa Carbono Neutro Pratigi.

Com base no inventário das emissões oriundas das unidades da Odebrecht óleo e Gás localizadas em Macaé (RJ) e Itajaí (SC), registrou-se um total de 639 toneladas de CO2 e, para compensá-las, serão restauradas três nascentes na APA do Pratigi, com a plantação de mais de três mil mudas de árvores.

Renan Kamimura, Líder de Conservação Ambiental da OCT, esclarece que a neutralização contribui não só para a mitigação das mudanças climáticas. “Além disso, a ação busca fomentar um novo modelo de desenvolvimento territorial baseado em uma economia de baixo carbono, buscando a redução de emissões nas atividades”, ressalta.


O agricultor Jeovan Nascimento restaurou a nascente por meio do Projeto Carbono Neutro

“Desta maneira demonstramos a responsabilidade da empresa com a solução de problemas originários da estrutura social e econômica. O intuito é contribuir com a construção de uma sociedade mais harmônica e solidária, com oportunidades para todos, apoiando a produtividade dos indivíduos e consequentemente a melhoria da sua qualidade de vida, de sua família e da comunidade”, ressalta Marco Aurélio, Responsável por Apoio ao Empresariamento de Sustentabilidade da Odebrecht óleo e Gás.

A OCT está ligada ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados.

Sobre o Carbono Neutro Pratigi

O Programa permite que qualquer pessoa ou empresa meça os impactos de suas ações no meio ambiente e busque compensá-las. Para isso, basta acessar o site da OCT e informar, por exemplo, quantas viagens aéreas a pessoa realiza por ano, qual o combustível utilizado em seu veículo, se faz a separação do resíduo que pode ser reciclado, entre outros dados. O resultado é exibido em números de árvores e valores em reais de quanto custaria o plantio. Assim, é possível financiar o serviço para que a OCT o realize.

Os recursos adquiridos financiam o reflorestamento de nascentes na APA do Pratigi, com a plantação de mudas em propriedades de agricultores familiares da região. “Estamos criando uma oportunidade a partir de um projeto socioambiental, fazendo com que todos se sintam responsáveis em contribuir”, pontua Volney Fernandes, Líder de Serviços Ambientais da OCT.

A restauração de mais de 155 hectares com espécies nativas da Mata Atlântica e a recuperação de 97 nascentes já permitiram a neutralização de mais de 32 mil toneladas de carbono por meio do projeto. As mudas são plantadas em propriedades de agricultores familiares da região e cada produtor ganha R$ 1 por unidade plantada.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital