Comunicação

10h30

União em prol do desenvolvimento sustentável

Leia entrevista com Luciana Botafogo, Especialista Setorial do Fundo Multilateral de Investimento (Fumin) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), sobre apoio a jovens e agricultores

Compartilhe
Tamanho do texto

O Fundo Multilateral de Investimento (Fumin), membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), apoia o crescimento econômico e a redução da pobreza nos países da América Latina e Caribe. Para isso, desenvolve estratégias que visam a participação do setor privado no desenvolvimento de micro, pequenas e médias empresas, objetivando beneficiar as populações de baixa renda.

Uma das iniciativas apoiadas pelo BID/Fumin é o Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS). Fomentado pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados, o desafio é tornar a região próspera socioeconômica e ambientalmente, de forma sustentável, fixando os jovens no campo, integrados a suas famílias.

Em entrevista, Luciana Botafogo, Especialista Setorial do Fumin, fala sobre a atuação da instituição e a sinergia com o PDCIS.

O BID/Fumin apoia diferentes projetos em todo o País. No que exatamente consiste essa atuação e o que buscam alcançar com as iniciativas apoiadas?

Luciana Botafogo: o Fumin foi criado para desenvolver estratégias eficazes buscando promover o crescimento econômico sustentável e novas experiências que podem gerar impactos e, ao mesmo tempo, serem multiplicadas em todo o mundo. Para isso, oferecemos financiamentos, assistência técnica, capacitações e detectamos empresas para expandir as metodologias propostas.

O intuito é sempre gerar, para nossos beneficiários, impacto mensurável. Acreditamos que a única maneira de ampliar nossa atuação é por meio de projetos com foco em financiamentos, ingresso aos mercados e criação das capacidades necessárias para atuar nesse contexto, bem como acesso aos serviços básicos. No processo de seleção também é relevante identificar como as ações vão trazer desenvolvimento de uma maneira sustentável sem causar prejuízos ao meio ambiente.

Nesse contexto, de que forma está inserida a parceria com a Fundação Odebrecht? Qual o principal marco das ações realizadas em conjunto?

Luciana: as instituições estão conectadas de forma sinérgica em duas vertentes fundamentais para o Banco - a conservação do meio ambiente e a redução da pobreza. Destaco o Programa Terramiga, iniciado em 2006 e também realizado em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides).

O objetivo foi desenvolver modelos que reduzissem a pobreza rural e aumentassem a produção agrícola simultaneamente com boas práticas para redução do impacto ambiental. Em cinco anos a parceria contribuiu com o desenvolvimento regional e desde então acompanho a evolução do Programa.

Na sua visão, de que maneira as ações promovidas no Baixo Sul da Bahia são diferenciadas em relação a outros projetos no País?

Luciana: a Fundação Odebrecht mobiliza Poder Público (Governos Federal, Estadual e Municipais), iniciativa privada e sociedade civil. Isso é muito difícil de encontrar, pois os projetos normalmente trabalham em um único setor. No Baixo Sul, as ações permeiam toda a região em diferentes escopos, resultando em uma maior integração. Acompanho o PDCIS desde que ingressei no BID/Fumin e vejo o amadurecimento das ações ao longo desses anos.

Quais serão as próximas ações apoiadas pelo BID/Fumin no Baixo Sul da Bahia?

Luciana: uma nova proposta está sendo elaborada em conjunto com a Organização de Conservação da Terra (OCT) para fortalecer a agricultura familiar em uma área de Proteção Ambiental. O nosso interesse é sistematizar o modelo de sustentabilidade na região e estamos detalhando essa lógica e definindo recursos, público-alvo e necessidades para montar um modelo coerente para beneficiar a população local.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital