Comunicação

17h39

Mudanças climáticas em pauta

Em 2018, Seminários Integrados de Educação Profissional (SIEP), realizados pelas Casas Familiares, discutem sobre conservação ambiental

Compartilhe
Tamanho do texto

Segundo pesquisas divulgadas em 2018 pelo projeto MapBiomas, o Brasil perdeu cerca de 71 milhões de hectares em vegetação nativa somente nos últimos 30 anos. E, de acordo com um levantamento da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), feito em julho de 2018, o desmatamento é justamente o 2º maior motivo de mudanças climáticas no mundo.

Local ou globalmente, os efeitos das alterações podem ser sentidos, por exemplo, no aumento da temperatura. Foi com a perspectiva de debater esses impactos que alunos das Casas Familiares do Baixo Sul da Bahia se reuniram em três edições dos Seminários Integrados de Educação Profissional (SIEP).

“O Seminário foi criado com o objetivo de discutir sobre a melhoria da vida nas comunidades”, explica Quinei Araújo, diretor da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN). “O foco principal é conscientizar os alunos sobre os problemas que são comuns aqui e no resto do mundo. Esse momento de interação acaba promovendo intensa troca de conhecimento entre as Casas Familiares”.


SIEP realizado na CFR-PTN encerrou o ciclo de Seminários de 2018

Em agosto, a CFR-PTN sediou o SIEP para as turmas de 2º ano, recebendo alunos da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) e da Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I). Para refletir sobre o tema escolhido em 2018, os estudantes em formação participaram de palestras, oficinas e fizeram apresentações que abordaram as implicações na zona rural.

A edição de agosto completou o ciclo dos Seminários Integrados deste ano – em maio, a CFR-I realizou o SIEP do 3º ano e, em julho, a Cfaf recebeu as turmas do 1º. “Isso ajuda muito em nossa formação. Quando participamos de um SIEP, o nosso campo de visão é ampliado”, comenta Ionei Silva, aluno do 3º ano da CFR-I. “A gente aprende e leva conteúdo para nossa comunidade. Somos multiplicadores”.

Integração entre as Casas

“As mudanças climáticas estão acontecendo na nossa região e no mundo inteiro”, opina Mirely Gomes, aluna do 2º ano da CFR-PTN. “Neste evento, podemos estudar mais sobre o que pode ser feito para reduzir os efeitos da ação dos seres humanos na natureza”.

Além das oficinas, os alunos comentam sobre a importância de poderem se aproximar de jovens de outras Casas Familiares e trocarem experiências. “Esperamos muito por esse momento”, conta Eluciene Cardoso, estudante do 3º ano da CFR-I. “é muito gratificante, pois é quando recebemos os outros alunos que convivemos e compartilhamos nossos conhecimentos e aprendizados”.


Na foto, realização do SIEP na Cfaf. Nas três escolas,
evento foi marcado por palestras e oficinas para os jovens

Para Rita Cardoso, Diretora da Cfaf, a realização do SIEP é uma oportunidade para abordar assuntos de agenda global. “Debatemos temas ligados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O SIEP é uma convergência dos assuntos trabalhados em sala de aula. A expectativa dos alunos é sempre muito grande e buscamos trazer questões que não estão distantes das realidades deles”.

*As Casas Familiares são apoiadas pela Fundação Odebrecht por meio do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS).

 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital