Comunicação

20h01

Fundação Odebrecht sugere alinhamento de ações no Baixo Sul

Iniciativa visa o desenvolvimento integrado e sustentável da região

O alinhamento das ações da Fundação Odebrecht no Baixo Sul baiano com o plano estratégico do governo Jaques Wagner foi proposto ontem ao secretário do Planejamento, Ronald Lobato, pelos presidentes da instituição, Norberto Odebrecht e Márcio Medeiros.

Os executivos sugeriram também a adequação do protocolo de intenções do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável do Baixo Sul (PDRIS) ao projeto do novo governo da Bahia.

O protocolo tem como objeto o desenvolvimento regional, integrado e sustentável da região, mediante a promoção e integração dos capitais ambiental, produtivo, humano e social.

A proposta prevê a intervenção de várias secretarias de Estado, da Associação dos Municípios do Baixo Sul (Amubs), da Fundação Odebrecht e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides).

As ações assegurariam benefícios aos municípios de Valença, Presidente Tancredo Neves, Taperoá, Nilo Peçanha, Cairu, Ituberá, Igrapiúna, Piraí do Norte, Ibirapitanga, Camamu e Maraú.

"Achamos o projeto interessante e vamos analisar as possibilidades de integração com a proposta do governo estadual", declarou Lobato.

Fonte: Diário Oficial da Bahia, 26 de janeiro de 2007
Editoria: Planejamento

Newsletter
Receba nossas novidades
Basta informar seu nome e melhor e-mail.
preload
2018 - 2020. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital