Comunicação

09h06

Jovens do Baixo Sul concluem cursos de formação

Mais de 90 pessoas assistem palestra de Rubens Ricupero sobre as grandes mudanças e negociações que redesenharam o mundo nos últimos 20 anos.

Déborah Santana trazia no rosto o sorriso pelas conquistas alcançadas e a ansiedade pelo grande momento. Na cerimônia de conclusão e entrega de certificados dos projetos Círculos de Leitura, Comunicadores Voluntários e Programa de Desenvolvimento de Jovens Talentos Protagonistas (PDJTP), ela era a única a receber três diplomas, mérito pela sua participação em todas essas iniciativas.

“Estou feliz e realizada. Foi um ano de muito trabalho e aprendizado, mas sei que valeu a pena”, conta a jovem que também completará, em dezembro, sua formação na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves. Déborah e mais 94 pessoas participaram de um evento, no dia 25 de novembro, que marcou as comemorações pelos 20 anos que a Fundação Odebrecht elegeu o jovem como foco de sua atuação.

Ao todo, 19 pessoas concluíram a formação de Comunicadores Voluntários, 36 no PDJTP e 22 no Círculos de Leitura. Geiane Macedo participou desses dois últimos projetos. “O que aprendi, estou passando para a comunidade. Acredito que o conhecimento para ser válido tem que ser compartilhado”, afirma Geiane, que junto com Deborah, recitou, durante a cerimônia de certificação, um poema de Olavo Bilac, um dos autores estudados no Círculos de Leitura.

O evento foi realizado no Edifício Sede da Odebrecht, em Salvador, promovendo um grande encontro de gerações. Jovens do Baixo Sul da Bahia, além de educadores e pessoas beneficiadas ao longo dos 20 anos de trabalhos com a juventude, assistiram uma palestra realizada pelo ex-ministro Rubens Ricupero, Presidente do Conselho do Instituto Fernand Braudel e membro do Conselho da Odebrecht S.A.

Com o tema “20 anos de transformações: as grandes mudanças e negociações que redesenharam o mundo”, a palestra ofereceu aos presentes um panorama do cenário mundial e destacou os principais desafios que a humanidade já superou e ainda precisa superar para alcançar o desenvolvimento sustentável. “Avançamos nas questões de Direitos Humanos, mas precisamos evoluir na qualidade de nossa educação. É a informação que nos dá a condição de sermos livres", defende Ricupero.

Renovação e expansão

Ainda no dia 25 de novembro, foi assinado o convênio de renovação da parceria entre o Instituto Fernand Braudel e a Fundação Odebrecht. As atividades dos Círculos de Leitura continuarão beneficiando as Casas Familiares e Casa Jovem com uma ampliação no número de participantes de 500 para 2 mil jovens. Em 2009, todo o custeio desta ação será assumido pelo Tributo ao Futuro, um programa de destinação de imposto de renda que oferece aos integrantes da Organização Odebrecht a possibilidade de investir em jovens talentos da região do Baixo Sul da Bahia.

Participaram da assinatura do convênio o Presidente do Conselho do Instituto Fernand Braudel e membro do Conselho da Odebrecht S.A., Rubens Ricupero, e, representando a Fundação Odebrecht, o Presidente do Conselho de Curadores, Norberto Odebrecht, o Presidente Executivo, Maurício Medeiros, e o responsável por Desenvolvimento de Projetos, Clovis Faleiro.

A metodologia do Círculos de Leitura permite o desenvolvimento da capacidade de escrita, expressão, contextualização e reflexão a respeito de princípios e valores essenciais à formação de cidadãos e líderes potenciais. “Este projeto surge como uma forma de melhorar o processo educacional. A leitura é a chave fundamental do aprendizado. O esforço de diminuir o déficit na leitura e escrita é sempre valioso”, conclui Ricupero.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital