Comunicação

14h31

Fundação Odebrecht concentra seus esforços no Baixo Sul da Bahia desde 1999

Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável busca tornar próspera e dinâmica uma área rural estagnada, com grande patrimônio ambiental

Em 1999, a Fundação Odebrecht desembarcou no Baixo Sul da Bahia, onde um círculo vicioso de carência e exclusão social se perpetuava. Na busca de reversão desse quadro, não adiantava levar apenas educação do campo de qualidade para os jovens. Era preciso proteger a Mata Atlântica e garantir um meio ambiente saudável. Também era necessário oferecer oportunidades de trabalho digno e distribuição de renda justa, mostrando que conservar é muito mais conveniente e rentável do que destruir, possibilitando o acesso à justiça e o exercício pleno da cidadania.

Uma iniciativa da comunidade voltada para a comunidade vem contribuindo para a melhoria de vida de centenas de agricultores rurais e suas famílias. O Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS) tem como desafio tornar próspera e dinâmica uma área rural estagnada, com grande patrimônio ambiental, fixando os jovens talentos no campo. Para o alcance deste objetivo comum, superior e nobre, o PDIS conta com o apoio de diversos atores da sociedade civil organizada, Governos Federal, Estadual e Municipais e iniciativa privada, formando um sistema inovador de Governança, onde o primeiro, o segundo e o terceiro setores atuam de forma integrada e sinérgica para promover a inclusão social.

As ações privilegiam o jovem e sua interação com a família, visando transformar a realidade de comunidades da zona rural. Os projetos em andamento promovem o desenvolvimento concomitante dos Capitais Produtivo (Geração de trabalho e renda), Humano (Educação do campo de qualidade), Social (Construção de uma sociedade mais justa e solidária) e Ambiental (Conservação dos recursos naturais).

“O resultado levará, certamente, à construção de um modelo de desenvolvimento sustentável passível de reaplicação em outras regiões da Bahia, do Brasil e do mundo”, revela Mauricio Medeiros, Presidente Executivo da Fundação Odebrecht.

*Esta nota faz parte de uma série de matérias que serão publicadas até o mês de dezembro, em comemoração aos 45 anos da Fundação Odebrecht. 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital