Comunicação

15h52

Resultados do PDIS são foco de visitas ao Baixo Sul

Integrantes da Rainforest Alliance, técnicos do Instituto Togolêse e professores e alunos de universidades norte-americanas destacam-se dentre os representantes de organizações internacionais

Avaliar possibilidades de parcerias e trocar conhecimentos sobre empresariamento rural e educação de jovens. Esses foram alguns dos objetivos de representantes de diferentes instituições ao conhecer as iniciativas ligadas ao Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS). Saiba mais:

02 de junho: integrantes da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) - Rômulo Carvalho, Aristóteles Matos, Áurea Albuquerque, Ildos Parizotto e Rudiney Ringenberg – visitaram a Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves visando firmar parceria em um projeto que, por meio do uso da árvore Nin (origem indiana), favorece a cultura da mandioca.

4 de junho: Diana Taylor, Rohit Aggarwala e Tensie Whelan - representantes da Rainforest Alliance - e Maurício Voivodic, do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, estiveram na Associação Guardiã da Área de Proteção Ambiental do Pratigi (Agir), na Serra da Papuã, em Ibirapitanga (BA), para debater a melhor forma de contribuir com o PDIS. Também aproveitaram a oportunidade para conhecer o Núcleo de Estudos e Práticas em Governança Participativa e Desenvolvimento Comunitário.

6 de junho: professores e alunos da Sweet Briar College e St. Ambrose University, dos Estados Unidos, visitaram as instalações da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), em Nilo Peçanha (BA) e da Agir, acompanhados por docentes da Universidade Estadual de Santa Cruz. Leia mais.

06 de junho: membros do Conselho da Revista Performance Líder - Any Rothmann, Cláudio Carrara, Soraia Schutel e Telmo Costa – juntamente com o jornalista e editor Ricardo Schaefer do veículo estiveram na sede da Odebrecht, em Salvador, para compartilhar informações sobre a atuação da Fundação Odebrecht no Baixo Sul da Bahia.

10 de junho: estudar a viabilidade do cultivo de oleaginosas como alternativa de rotação de culturas entre os ciclos de plantio da mandioca nas propriedades dos associados da Cooperativa dos Produtores de Amido de Mandioca do Estado da Bahia. Este foi o foco da visita do Engenheiro Agrônomo e Consultor na Área de Biocombustível da Petrobras, Guilherme Lopes, e do professor do Departamento Agrícola da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Marcos da Silva. Leia mais.

15 de junho: Embaixador do Quênia, Peter Kirimi Kaberia, e comitiva cumpriram agenda na sede da Odebrecht a fim de conhecer as iniciativas ligadas ao PDIS. Durante o encontro, foram recebidos pelo Presidente Executivo da Fundação Odebrecht, Mauricio Medeiros.

17 de junho: técnicos do Instituto Togolês de Pesquisa Agrícola conheceram as Alianças Cooperativas da Mandioca, em Presidente Tancredo Neves (BA), e do Amido, em Laje (BA). Na ocasião, o grupo participou de um treinamento sobre Produção e Processamento da Mandioca na Embrapa.

29 de junho: Isailton Reis, diretor regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) participou de conversa com gestores do Colégio Estadual Casa Jovem para construir um planejamento estratégico afinado com os objetivos do PDIS no Baixo Sul da Bahia. 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital