Comunicação

11h20

Manifestações populares são valorizadas nos dias do Patrimônio Histórico e do Folclore

Comunidades da região foram envolvidas nas atividades festivas dos Dias do Patrimônio Histórico e do Folclore, comemorados em 17 e 22 de agosto, respectivamente

Cada cidade tem sua história e seus personagens. E são esses aspectos que marcam o cotidiano dos lugares e a vida de seus moradores. A fim de valorizar essas características e comemorar os Dias do Patrimônio Histórico e do Folclore, em 17 e 22 de agosto, respectivamente, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides) organizou a II Parada Cultural nos onze municípios da região.
A programação contemplou rodas de leitura e atividades em diferentes espaços públicos, como bibliotecas, colégios, centros culturais e associações. Com apoio dos jovens multiplicadores do projeto Círculos de Leitura, os moradores foram estimulados a refletir sobre a preservação dos patrimônios materiais e imateriais, o valor das manifestações locais e o resgate do sentimento de pertencimento. “Precisamos cultivar e fortalecer as tradições que fazem parte de nossas vidas”, relata Mariane da Silva, 12 anos, estudante do Colégio Estadual Pirajá, localizado em Camamu (BA).

Em alguns municípios foi realizado o programa Art Jovem, que prestou homenagens ao centenário do escritor Jorge Amado, em Ibirapitanga, e ao músico Luiz Gonzaga, conhecido como Rei do Baião, em Presidente Tancredo Neves. Na ocasião, as comemorações foram feitas por meio de peças teatrais, apresentação de cordéis e recitais de poesias. Segundo Bruna Souza Barbosa, 16 anos, estudante do Colégio Municipal Cecília Machado, de Presidente Tancredo Neves, “os temas discutidos foram muito interessantes. Com certeza vou compartilhá-los com amigos e família”.

O evento contou com diversos parceiros para ser realizado, como Secretarias de Educação e Cultura dos municípios, instituições locais - Associação Guardião da Área de Proteção Ambiental (APA) do Pratigi, Instituto Direito e Cidadania e Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves – e comunidades da região. “O evento contribuiu para valorizar a identidade de um território fortemente marcado por sua cultura", destacou Liliana Leite, Diretora Executiva do Ides.

A comemoração aos Dias do Patrimônio Histórico e do Folclore faz parte de um calendário de atividades iniciado em 2011 e que prossegue este ano. A proposta é aproximar as comunidades da região dos projetos ligados ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS).

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital