Comunicação

18h41

Ampliando o debate para a zona rural

Felipe Oliveira, de Taperoá (BA), representa Baixo Sul durante 2ª Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, realizada em Salvador. Aluno da Casa Familiar Agroflorestal também estará presente na etapa nacional, em outubro

Com a missão de representar a região do Baixo Sul da Bahia, o jovem Felipe Luís Oliveira, de apenas 16 anos, participou da 2ª Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário. Realizado em Salvador (BA), entre os dias 27 e 29 de agosto, o evento teve como finalidade debater e construir o Plano Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, materializando concepções, princípios e diretrizes para a ampliação e qualificação das políticas públicas voltadas para o campo.

O estudante da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) participou dos debates que reuniram administradores públicos municipais e estaduais, representantes de associações e movimentos sociais relacionados à agricultura familiar.

Para o jovem, é de fundamental importância contribuir com as ações que podem fazer a diferença para quem vive na zona rural. “Protagonizar me deixa muito orgulhoso. Percebo que atitudes assim incentivam outros jovens a se envolverem em eventos como este, essenciais ao bem comum”, reforça Felipe. Ele conta que, na ocasião, defendeu a melhoria da qualidade de vida, expansão das escolas de pedagogia da alternância – método que busca envolver o aluno, instituição de ensino, família e comunidade no processo de ensino e aprendizagem - e inclusão social produtiva na região onde vive.

Cursando o 2º ano do Ensino Médio na Cfaf, localizada no município de Nilo Peçanha (BA), o estudante tem acesso ao curso técnico em Florestas – onde aprende métodos que envolvem o uso sustentável da floresta e práticas agrícolas, aliadas a conservação ambiental. Felipe afirma que os conhecimentos adquiridos na Casa Familiar foram fundamentais para despertar a vontade de procurar melhorias para a sua comunidade. “O que aprendo na Cfaf me estimula a buscar um futuro melhor e alavanca minhas escolhas”, ressalta.

Elton Moura, educador na Casa Familiar, avalia que a participação do jovem na conferência “reflete seu senso de protagonismo juvenil e o desenvolvimento de sua formação, fundamentada em valores profissionais e humanos”.

O documento redigido com base nas discussões que aconteceram em Salvador deverá compor o Plano Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, que será finalizado na Conferência Nacional, no mês de outubro. O estudante também representará a Bahia no evento.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital