Comunicação

12h13

Conheça os ganhadores do Prêmio PDCIS de Fotografia

Iniciativa mobilizou jovens que demonstraram em imagens o seu orgulho em viver no campo

“A arte no campo é semear, plantar, produzir e colher. São ações como esta que fazem com que os agricultores da região gerem a renda familiar”, descreve Érica Nascimento. A jovem de 18 anos é estudante da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) - unidade de ensino ligada ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), apoiado pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados. Ela representou o seu orgulho em viver no campo com a imagem de uma lavoura de cacau e foi uma das ganhadoras do Prêmio PDCIS de Fotografia, que mobilizou estudantes das instituições ligadas ao PDCIS.

 


Imagem foi uma das ganhadoras do Prêmio PDCIS de Fotografia

O concurso buscou provocar um novo olhar sobre a região onde vivem os jovens, incentivando o cuidado com as riquezas locais, demonstrando em fotografias o seu amor pela terra. “Os elementos que compõem a natureza fazem a vida ter mais sentido”, ressalta Aline Souza, 16 anos, estudante do Colégio Estadual Casa Jovem e também vencedora. Para ela, essa conquista só inspira seu desejo de continuar vivendo no campo. “Acredito que consigo ir além, valorizando a realidade em que vivo. Sei que posso ser feliz onde encontro meu alimento, lazer e satisfação nas pequenas coisas que a natureza se encarrega de construir”.



  Cenário clicado pela estudante da Casa Jovem 

Morador da comunidade de Moenda, localizada no município de Presidente Tancredo Neves (BA), Feliciano Costa, 17 anos, foi o autor de uma das imagens campeãs. Estudante da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), ele conta que buscou simbolizar a realidade da agricultura por meio da transformação. “No momento em que cliquei a flor, estava tentando capturar a polinização, um momento de renovação da vida, onde a gente pode observar que tudo tem um começo”.


Fotografia de Feliciano Costa

Os três jovens tiveram suas fotografias escolhidas entre as mais de 70 imagens inscritas, por uma comissão julgadora composta por cinco pessoas, entre elas, os fotógrafos Almir Bindilatti e Pedro Accioly. Os critérios de avaliação foram: impacto visual, apresentação de um cenário comum sob um olhar diferenciado, mensagem, relevância e critérios técnicos como composição, luz e sombra, profundidade de campo, entre outros. O Prêmio conta ainda com uma página no Facebook, curtida por mais de 400 pessoas, que acompanham as dicas de fotografia, informações sobre o PDCIS, além de histórias de vida de jovens do Baixo Sul.
 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital