Comunicação

18h10

Casa Cultural da Floresta inicia suas atividades com foco na produção de artesanato e biojoias

Projeto beneficia comunidades quilombolas de Ituberá e Nilo Peçanha (BA), promovendo a valorização da cultura local e inclusão social por meio da geração de trabalho

Contribuir com a inclusão social produtiva e formar uma geração consciente dos seus laços de pertencimento sociocultural na região do Baixo Sul da Bahia. Esse é o principal objetivo da Casa Cultural da Floresta (CCF), que estimula a produção de artesanato e biojoias confeccionados com base no coco e palha da piaçava.

De acordo com Suzana Baiardi, Diretora Executiva da CCF, cerca de 40 artesãos das comunidades quilombolas de Lagoa Santa, (município baiano de Ituberá), Jatimane e São Francisco (localizadas em Nilo Peçanha) já estão sendo beneficiados com a fabricação e venda de biojoias e cestarias. “O intuito é garantir uma renda justa e condições adequadas de trabalho e valorização profissional”.

A iniciativa está ligada ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados. Desde o início deste ano, a CCF se mobiliza para participar de eventos e exposições que possibilitem a comercialização dos produtos. “Já estivemos no Centro Turístico e Ambiental do Pratigi, em Ituberá, e no Hotel Resort Lar Doce Vita, em Ilhéus. Essas experiências foram enriquecedoras e buscam tornar nosso trabalho referência no Estado”, pontua Suzana.


Peças como brincos, anéis e colares são produzidas a partir do coco da piaçava


Como forma de capacitar os artesãos, a Casa Cultural conta com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e também participa das feiras e eventos realizados pela instituição. “Atualmente, estamos desenvolvendo uma nova linha de biojoias e o apoio do Sebrae tem sido fundamental para capacitar os artesãos”, conta Geisa Santos, instrutora da Casa Cultural.

A CCF está instalada no Espaço Cultural Saici, do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides), em Ituberá (BA). No local, uma exposição permanente do artesanato e biojoias permite a comercialização dos produtos, que também podem ser adquiridos por meio do site Joias do Quilombo.
 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital