15h42

Programa Sesi Cozinha Brasil percorre municípios do Baixo Sul

Até fevereiro de 2007, o Cozinha Brasil terá percorrido os onze municípios da região, levando o curso “Alimentação Inteligente".

Compartilhe
Tamanho do texto

O caminhão do Cozinha Brasil, programa desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria da Bahia (SESI-Ba), está percorrendo as cidades da região do Baixo Sul da Bahia, levando o curso “Alimentação Inteligente” que oferece aulas sobre segurança alimentar, educação nutricional, redução de desperdício e economia doméstica.

De 13 a 17 de novembro, a cidade de Ituberá recebeu a visita da unidade-móvel. Entre os dias 30 de outubro e 03 de novembro, foi a vez de Taperoá. A comunidade de Nilo Peçanha foi beneficiada de 23 a 27 de outubro. Com o apoio do Instituto Direito e Cidadania (IDC), o Programa SESI Cozinha Brasil terá percorrido as demais cidades do Baixo Sul, onze municípios no total, até o mês de fevereiro de 2007.

O Programa foi desenvolvido pelo Sesi e conta com a parceria do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, fazendo parte das ações do Programa Fome Zero. No Baixo Sul da Bahia, vem recebendo apoio das prefeituras municipais, sindicatos, Organizações da Sociedade Civil e do setor privado. O objetivo é levar à população orientações sobre como se alimentar de forma mais nutritiva, saborosa e a baixo custo, combatendo o desperdício e valorizando a culinária regional.

A nutricionista, Bárbara Martins, contou que a receptividade do programa na região está sendo muito boa. “Com este trabalho focado na comunidade, estamos ajudando pessoas que realmente dão valor e que estão precisando”, explica Bárbara.

O Programa está disponibilizando 125 vagas para cada município, distribuídas entre multiplicadores e membros da comunidade. Elisabete Trindade, Agente Comunitária de Saúde de Taperoá, é uma das agentes multiplicadoras que estão sendo formadas. “Aqui, aprendemos a importância de cuidar da saúde e aproveitar mais os alimentos que antes desperdiçávamos. A gente aprende a ganhar tempo e economizar. Estou ansiosa para passar isso para a comunidade”, disse.

A Coordenadora de Alimentação Escolar da Secretaria de Educação de Taperoá, Jacira dos Santos, já mostra os primeiros resultados práticos do curso. “Montamos um cardápio para as crianças das escolas locais. É a oportunidade de corrigir nossos hábitos alimentares, como o apoio de profissionais especializados”, concluiu.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital