20h27

Programa DIS Baixo Sul é apresentado para representantes da ONU

Diretores e Consultores da Organização das Nações Unidas, ONU, se reuniram com líderes da Fundação Odebrecht no dia 30 de abril

Compartilhe
Tamanho do texto

O encontro de representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Fundação Odebrecht, no dia 30, fechou o mês de abril com boas perspectivas para novas parcerias. Realizada no edifício-sede da Odebrecht, em Salvador, a reunião teve como objetivo apresentar o Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Baixo Sul da Bahia (DIS Baixo Sul) ao Diretor da Divisão de Economia e Administração Pública da ONU, Guido Bertucci, e comitiva.

Por cerca de duas horas, os visitantes assistiram a uma apresentação de Maurício Medeiros, Presidente Executivo da Fundação Odebrecht, e discutiram os resultados e o modelo do DIS. Medeiros relacionou as ações executadas no Baixo Sul às oito metas do milênio, destacando o sistema de governança utilizado, com a integração do primeiro, segundo e terceiro setores no processo de desenvolvimento.

Guido Bertucci estava acompanhado pelo Diretor de Políticas Urbanas do PNUD em Nova York, Jonas Rabinovitch, pelo representante da Divisão de Administração Pública e Gestão do Desenvolvimento da ONU, José Manuel Sucre, e pelo Consultor Departamento de Assuntos Econômicos Sociais, Francisco Alves Amorim. Eles foram recepcionados pelo Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Odebrecht, Norberto Odebrecht, líderes de projetos no Baixo Sul e por José Raimundo Santos, presidente da Associação de Municípios do Baixo Sul (Amubs).

“Estamos coletando experiências de sucesso no mundo, focadas no desenvolvimento sustentável, para compartilhar entre os países”, contou Bertucci, que sinalizou o interesse em enviar técnicos e especialistas para conhecerem de perto as ações. “Vimos aqui que o DIS Baixo Sul é um programa com um inovador exemplo de governança compartilhada, onde cada um tem o seu papel – governo, sociedade civil e instituições privadas”.

Norberto Odebrecht encerrou o encontro reafirmando a missão da Fundação, que é a educação de jovens pelo trabalho e para a vida. “Sem educação, não se chega a uma cultura e sem cultura não há estrutura social, econômica e política possível para alcançarmos bases fortes e consolidarmos os objetivos do milênio”, concluiu.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital