13h13

Escola aberta à comunidade movimenta Casa Jovem

Projeto proporciona troca de experiências, diversão e conhecimentos nos fins de semana em Igrapiúna.

Compartilhe
Tamanho do texto

Integração, diversão, conhecimento e entretenimento são as marcas do projeto Nossa Escola Aberta à Comunidade que realizou diversas atividades, nos finais de semana de novembro e dezembro, no Colégio Estadual Casa Jovem (CECJ) em Igrapiúna. As ações retornam em fevereiro, com o início do ano letivo de 2009.

O projeto proporciona troca de experiências e culturas, por meio de oficinas temáticas, tornando o colégio um espaço de socialização e de aprendizagem. No final de 2008, foram realizadas oficinas de beleza, capoeira, inclusão digital, dança e pintura para toda a comunidade e educandos do CECJ. Em paralelo, campeonatos de futebol e vôlei premiaram times e os melhores esportistas.

“Proporcionar momentos de interação e lazer na escola requer o envolvimento da comunidade local, para que todos se sintam co-responsáveis pela implementação de ações que favoreçam a manifestação cultural na escola”, afirma Manoel dos Santos, líder da Organização da Sociedade Civil (Oscip) Casa Jovem.

O jovem Jackson Correia, 13 anos, participou da oficina de pintura e retratou sua comunidade em um desenho de traços largos e cores fortes. Já na oficina de tratamento capilar, homens e mulheres discutiram aspectos relativos à higiene corporal e aprenderam técnicas de massagem capilar. “Este projeto pretende criar oportunidades para a utilização dos espaços construídos, equipamentos e desenvolvimento de atividades lúdico-pedagógicas para possibilitar a melhoria da aprendizagem dos educandos e a interação entre os sujeitos”, conclui Manoel.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital