09h31

Programa empresarial forma novos talentos na Organização

Encontro realizado no dia 31 de maio, no Baixo Sul da Bahia, reuniu 120 pessoas entre líderes em formação da Construtora Norberto Odebrecht e jovens da região.

Compartilhe
Tamanho do texto

“O PDE [Programa de Desenvolvimento de Empresários] acelera a capacitação de jovens para que possam assumir maiores desafios na Organização Odebrecht. O objetivo é proporcionar troca de experiências entre pessoas de diferentes culturas que têm uma base em comum, a Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO)”. Com essas palavras, o angolano da Área de Equipamentos da Construtora Norberto Odebrecht (CNO), Agílio Campos, resumiu a finalidade do encontro que reuniu 120 pessoas, de diversos países, na Casa Familiar Rural (CFR-PTN), do município de Presidente Tancredo Neves, no dia 31 de maio.

Esta foi a sétima edição do Programa da CNO e promoveu a interação entre 60 líderes em formação da Construtora e 60 jovens beneficiados pelo projeto apoiado pela Fundação Odebrecht no Baixo Sul da Bahia. No evento, o Presidente Executivo da Fundação, Maurício Medeiros, apresentou as ações que a instituição fomenta para o desenvolvimento daquela região. Ao final do dia, todos participaram de um encontro com Norberto Odebrecht, Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Odebrecht. “Identificar e se dedicar para formar novos talentos. Essa é a maneira mais nobre que dispomos para crescer”, afirma o fundador.

Moisés Swirski, coordenador do PDE, destaca que a iniciativa é o reflexo da vida de quem pratica a TEO. “Quando os empresários chegam aqui e encontram meninos e meninas com sonhos e projetos, eles pensam: ‘eu já fui um menino desses. Será que tenho tudo isso ainda dentro de mim?’. Dá uma sacudida na alma, e isso não tem preço. Eles saem daqui completamente inspirados para suas próprias vidas”, reflete. Moisés ainda ressalta que oportunidades como essas fortalecem os ideais dos jovens do Baixo Sul. “Quando você tem voz e é escutado e comentado, suas idéias ganham força”, finaliza.

Mariano Domingues, diretor de contratos da Vice Presidência Internacional da CNO, fixado em Abu Dhabi, provoca os jovens do Baixo Sul a sugerirem uma ação a ser implementada pelos empresários em formação nos contratos da Construtora, diante do impacto causado pelas obras nas comunidades. A resposta está na ponta da língua de Jeane Oliveira, egressa da CFR/PTN. “Conheçam a comunidade. Para ter um melhor desenvolvimento do trabalho, vocês devem se doar e interagir com as pessoas da região. Para que eles te vejam como um par, é preciso viver a cultura deles. Nunca demonstrem superioridade e olhem sempre nos olhos. Esse olhar faz a diferença. Lembrem-se: ali vocês são os aprendizes”.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital