12h01

Ides apoia criação de Selo Quilombola

Projeto da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial prevê a criação de uma rede que fortaleça e proteja produtos de comunidades quilombolas.

Compartilhe
Tamanho do texto

No dia 02 de junho, representantes do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Ides) participaram de uma reunião com o Ministro da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Edson Santos, em Brasília. Na ocasião, foi apresentado o trabalho desenvolvido junto às comunidades quilombolas e afrodescendentes no Baixo Sul da Bahia e a proposta de criação da Rede Nacional para Implementação e Gestão do Selo Quilombola.

O Selo Quilombola é um projeto nacional da SEPPIR que prevê a criação de um selo para representar os produtos produzidos nas comunidades quilombolas de várias partes do país. A ideia é fortalecer uma rede que proteja estes produtos garantindo a justa distribuição de renda para as famílias. Na Bahia, os projetos apoiados pelo Ides e Fundação Odebrecht, como a Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da Área de Proteção Ambiental do Pratigi (Cooprap), serão beneficiados.  

Ivonete Carvalho e Josilene Santos, da Subsecretaria de Políticas para Comunidades Tradicionais da SEPPIR; Liliana Leite, Diretora Executiva do Ides; Lauana Lopes, coordenadora da Oficina de Gestão no Baixo Sul da Bahia; Maria Luedy, consultora em ecodesign; e a historiadora Vanessa Silva, participaram do encontro em Brasília. Como encaminhamento, a SEPPIR convocou potenciais parceiros para, no dia seguinte, conhecerem a proposta. Participaram representantes da Fundação Banco do Brasil, Eletrobrás, Petrobrás, Fundação Cultural Palmares, Ministérios da Integração, do Desenvolvimento Agrário, da Cultura e de Desenvolvimento Social e Combate a Fome. 

De acordo com Ivonete Carvalho, a constituição dessa rede fortalecerá as cooperativas quilombolas por meio do fomento às práticas artesanais e produtivas com a criação do Selo Quilombola. “A experiência do Ides, no Baixo Sul da Bahia, servirá como modelo para inspirar diretamente projetos ligados às comunidades quilombolas em todo país”, afirmou.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital