11h03

Parceria entre Odebrecht, Microsoft e Dell leva inclusão digital ao Baixo Sul da Bahia

Projeto Caia na Rede beneficiará mais de 2 mil crianças e adolescentes da região. Capacitação permitirá incremento curricular de jovens profissionais

Compartilhe
Tamanho do texto

No Brasil, 47% da população nunca usaram um computador e 59% nunca acessaram a Internet. No setor de construção, apenas 6% das pessoas têm acesso ao computador e somente 3,5% acessam a Internet*. Diante dessa realidade, Odebrecht, Microsoft Brasil e Dell Computadores firmaram um acordo inédito de cooperação para a realização do Projeto Caia na Rede. A iniciativa se propõe a ensinar os conhecimentos e aptidões básicas de computação para uso no cotidiano e na conquista de novas oportunidades sociais e econômicas.

Em 2009, a meta é atender 22.500 pessoas em todo o Brasil, sendo 10 mil trabalhadores em construção civil que atuam em 43 canteiros de obras da Odebrecht e 10 mil moradores de comunidades onde estão inseridos os empreendimentos. Outra frente de atuação do Caia na Rede é o Baixo Sul da Bahia, região apoiada pela Fundação Odebrecht, onde serão beneficiadas 1.100 crianças e adolescentes da zona rural e 1.400 pessoas de comunidades locais.

A Dell doou 215 computadores, dos quais 151 irão para as quatro Casas Familiares e a Casa Jovem, projetos ligados ao Modelo de Desenvolvimento Integrado e Sustentável fomentado pela Fundação Odebrecht. O investimento feito pela Dell é da ordem de R$ 500 mil. “Entendemos que há uma grande sinergia entre a Dell e o Projeto Caia na Rede e vimos nesta parceria uma chance de expandir nossa atuação a regiões onde a Dell não está fisicamente. O Brasil é um país gigantesco, com diversas oportunidades, e estamos certos de que nossa participação fará a diferença”, conta Raymundo Peixoto, Diretor Geral da Dell. Já a conectividade e o acesso à internet foram viabilizados pela Oi, que forneceu cinco links de satélite.

O conteúdo a ser utilizado nos cursos de alfabetização digital, desenvolvido pela Microsoft, permite que qualquer pessoa, independentemente do grau de familiaridade ou experiência em computação, adquira conhecimentos básicos de informática. Os participantes aprenderão a utilizar portais e serviços online do governo e comunicação por e-mail e Messenger. “Colocamos a disposição dois programas: Alfabetização Digital, que oferece aos jovens o básico da informática e internet. O segundo é o programa Aluno Monitor, que tem como objetivo a qualificação do jovem como técnico em informática”, detalha Emílio Munaro, Diretor de Cidadania Corporativa da Microsoft.

Além de toda metodologia, conteúdo e informação, a Microsoft também colocará à disposição, por meio de doação, 800 licenças do Windows Vista e 800 licenças do Microsoft Office, investimentos que totalizam mais de R$ 1,2 milhão.

* Centro de Estudos sobre Tecnologia da Informação e da Comunicação, 2007 e Mapa da Exclusão Digital do Instituto Brasileiro de Economia.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital