13h18

Nova proposta para prática do turismo é tema de visita

Secretário do Turismo, Domingos Leonelli, conheceu projetos que buscam desenvolver o potencial do Agro Eco Turismo na região do Baixo Sul da Bahia.

Compartilhe
Tamanho do texto

Domingos Leonelli, Secretário do Turismo da Bahia, conheceu projetos que buscam desenvolver o potencial do Agro Eco Turismo na região do Baixo Sul. Durante a visita, realizada no dia 1º de agosto, foi apresentado um modelo para alcançar os Oito Objetivos do Milênio, propugnados pela ONU, por meio da sinergia entre iniciativas de fomento aos capitais humano, social, ambiental e produtivo.

Praticar o Agro Eco Turismo permite ao visitante apreciar uma região com características ecológicas marcantes, dentro dos conceitos socioambientais ideais. Os cenários e eventos que podem ser vivenciados no Baixo Sul da Bahia confirmam seu potencial, reforçado por suas especificidades geográficas, sociais, culturais, econômicas e políticas. Quando bem combinado com uma agropecuária que assegure a inclusão social produtiva e a sustentabilidade, o Agro Eco Turismo tem seus resultados maximizados.

O foco da visita foram os projetos que possam contribuir com a realização dessa atividade. A agenda contemplou a discussão de temas ligados a estruturação da Estrada Parque, que possibilita a integração sinérgica dos Corredores Ecológicos; diversidade cultural, especialmente a de origem quilombola; entendimento do processo produtivo de culturas permanentes desenvolvido por famílias de pequenos agricultores, organizadas em cooperativas; formação diferenciada dos jovens, de acordo com uma metodologia adaptada à realidade rural. A infraestrutura de acesso e comunicação entre os municípios de Cairu a Ilhéus (região sul do Estado), passando por Camamu, Maraú e Itacaré, foram outros pontos debatidos na ocasião.

Em Nilo Peçanha, o Secretário interagiu com jovens da Casa Familiar Agroflorestal. Já em Morro de São Paulo, distrito de Cairu, foi apresentado o projeto de recuperação da Fortaleza, monumento que será adaptado para demonstrações culturais quilombolas locais.

Leonelli visitou, no município de Igrapiúna, um centro de experimentação e validação tecnológica de ponta onde estão instaladas Centrais de Geração Hidrelétrica, unidades modelos para produção de energia limpa. Crédito de carbono, regularização da vazão dos rios, além do fornecimento de água para criação de peixes e uso humano são alguns dos benefícios disponibilizados pelo projeto. O Secretário ainda conheceu o Modelo da Aliança Cooperativa que gera renda justa ao produtor familiar e possibilita o aperfeiçoamento das relações sociais e econômicas, estimulando o consumo consciente.

Acompanharam o Secretário: Joaquim Cardoso, Presidente do Conselho Deliberativo da Organização e Conservação de Terras, e Norberto Odebrecht, Presidente do Conselho de Curadores da Fundação Odebrecht.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital