17h39

Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves comemora sete anos de atuação

Para Juscelino Macedo, diretor executivo da instituição, a conquista de cada desafio é uma vitória de todos que contribuíram para que o sonho de fortalecer a agricultura familiar se tornasse realidade.

Compartilhe
Tamanho do texto

A Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN) comemora, em agosto de 2009, sete anos de atuação promovendo o desenvolvimento de jovens do campo. Os primeiros passos foram dados em agosto de 2002, quando associações comunitárias rurais de PTN e municípios vizinhos se mobilizaram para criar a Associação Casa Familiar Rural. “A semente foi plantada com o sonho de que os filhos de agricultores, movidos pelo desejo de permanecer em sua terra natal, se organizassem para lutar por uma educação de qualidade que atendesse às suas necessidades e ao mundo globalizado, valorizando os saberes do campo”, lembra Juscelino Macedo, diretor executivo da CFR.

Com a metodologia proposta, chamada Pedagogia da Alternância, o estudante tem acesso ao aprendizado que concilia teoria e prática, em sistema de internato, no qual ele fica uma semana na Casa, adquirindo novos conhecimentos, e duas semanas em suas propriedades, aplicando o que aprendeu. Desta forma, os jovens atuam na mudança de hábitos das comunidades, implantando novas técnicas de cultivo, estimulando o saber coletivo, trocando experiências e disseminando as bem sucedidas.

Em 2003, foi realizada a seleção da primeira turma, composta por 35 jovens entre 15 e 24 anos. Desde então, a cada ano, mais jovens aprendem novas tecnologias agropecuárias para diferentes tipos de cultivo como feijão, milho, mamão, banana, acerola, maracujá, abacaxi, mandioca, cacau, cupuaçu e seringueira, além do manejo de caprinos, bovinos, suínos e aves.

Cerca de 100 jovens já passaram pela Casa e concluíram o curso, que tem duração de três anos. Atualmente, mais 60 estão em formação. Os números dos beneficiados pelo projeto aumentam na medida em que o conhecimento é repassado aos moradores vizinhos: 119 famílias estão envolvidas diretamente, totalizando 666 pessoas em 56 comunidades de cinco municípios. Indiretamente, são atendidas 5.666 pessoas.

Juscelino Macedo conta, ainda, que cada etapa vencida é a conquista de um novo desafio. O último deles foi a autorização do Conselho Estadual de Educação (CEE), em maio de 2009, para que a CFR ministrasse o ensino médio integrado ao técnico com habilitação em agropecuária, tornando-se a primeira instituição de ensino com este tipo de aprovação no Norte/Nordeste. “O reconhecimento pelo Conselho é uma vitória de todos que contribuíram para que isso se transformasse em realidade”, declara. Para garantir a sustentabilidade da iniciativa, busca-se também implantar campos educativo-produtivos, além de criar e fortalecer parcerias.

Seja financeiro, político ou técnico, a CFR conta com o apoio de diversas instituições para dar continuidade e ampliar suas ações, entre elas: Governo Federal; Governo Estadual da Bahia; Prefeitura Municipal de Presidente Tancredo Neves; Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA); Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Ides); Instituto Direito e Cidadania (IDC); Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan); Fundação Odebrecht; Braskem; Grupo Michelin; Microsoft; Dell e Oi.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital