15h06

Segunda turma da Casa Familiar Agroflorestal de Nilo Peçanha conclui formação

Jovens já colocam em prática conhecimento adquirido em três anos de curso

Compartilhe
Tamanho do texto

“Olhem para o passado sem pena e para o futuro sem medo”.
Foram essas as palavras de Gílcia Beckel, responsável por Programas de Formação, durante a cerimônia de formatura da 2ª turma da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) de Nilo Peçanha, composta por 14 jovens de sete comunidades.

Para Genival Bonfim, 20 anos, da comunidade de São Francisco, a Cfaf transformou sua vida. “Estou me sentindo realizado. Espero que a casa melhore a cada dia, modificando a vida de outros jovens”, afirma.

A metade dos formandos já coloca em prática todo o conhecimento adquirido durante os três anos de curso, em projetos do Instituto de Desenvolvimento Sustentável (Ides), da Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da APA do Pratigi (Cooprap) e da Cfaf. Eliton Pereira, 24 anos, da comunidade do Areão, é um deles. “Acho que me tornei uma pessoa melhor e aprendi a me expressar. Além disso, com a oportunidade que tenho de estagiar na área de fruticultura, fico ainda mais feliz”, assegura.

O Ides e a Cfaf avaliam projetos junto a parceiros para obter recursos e oferecer estágios remunerados aos demais jovens. Além disso, apoia o desenvolvimento de projetos produtivos realizados pelos jovens em suas respectivas propriedades. “O processo de desenvolvimento sustentável será possível a partir da educação pelo trabalho, para valores e para a vida”, garante Liliana Leite, Diretora Executiva do Ides.

A solenidade de formatura foi realizada no dia 18 de dezembro, na sede da Cfaf. Contou com a participação de amigos e familiares dos jovens formandos, além de representantes do Ides, Cooprap e prefeituras.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital