15h27

Técnicas de cultivo de mandioca e manejo de solo são temas de curso

Com aulas práticas e teóricas, participantes tiveram acesso a conceitos sobre solo, correção e preparo de área, métodos para seleção de material de plantio e adubação

Compartilhe
Tamanho do texto

Um acordo de cooperação foi firmado entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por meio da unidade Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, e a Cooperativa dos Produtores de Amido de Mandioca do Estado da Bahia (Coopamido). A finalidade desta parceria é manter um intercâmbio de conhecimentos relativos à produção agrícola e sua aplicação industrial, visando o desenvolvimento da qualidade e produtividade da mandioca como matéria-prima para a produção de amido modificado – produto de maior valor agregado que é utilizado por indústrias alimentícias, de química fina, petrolífera, entre outras.

Como resultado, um treinamento sobre manejo do solo e técnicas de cultivo de mandioca foi oferecido na sede da Embrapa, no município de Cruz das Almas (BA), entre os dias 1º e 5 de fevereiro. Com aulas práticas e teóricas, os participantes tiveram acesso a conceitos sobre solo, clima, correção e preparo de área, além de conhecer métodos para controle de plantas infestantes, seleção de material de plantio e adubação. A programação incluiu, ainda, visitas aos campos experimentais da Embrapa, a áreas de produtores rurais no município de Laje (BA), Campo Demonstrativo de Tecnologias para o Cultivo da Mandioca da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (PTN) e a Cooperativa dos Produtores Rurais de PTN (Coopatan).

O curso, coordenado pelo pesquisador Jaeveson da Silva, beneficiou 12 pessoas, entre técnicos e produtores multiplicadores da Coopamido. Em março, segundo Jorge Klein, responsável pelo Núcleo Agrícola da Coopamido, mais um treinamento será realizado.

Aliança Cooperativa do Amido

A Aliança Cooperativa do Amido tem como foco a produção sustentável e em fluxo contínuo de amido modificado de mandioca e subprodutos. “Ao aliar alta tecnologia e agricultura familiar, obteremos produtos de qualidade e rastreabilidade. Com isso, o perfil da produção de mandioca será alterado, o que irá contribuir para a geração de trabalho e distribuição de renda”, afirma Anselmo Selhorst, Líder da Aliança Cooperativa do Amido.

A Coopamido tem sede no município de Laje e foi constituída em julho de 2009. Desde então, tem sido feito um mapeamento da região e treinamento da equipe técnica. Cerca de 3.000 pessoas serão beneficiadas indiretamente com oportunidades de trabalho no campo em dois anos.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital