12h35

Rede de ex-alunos é criada para fomentar interação entre jovens formados pelas Casas Familiares

Iniciativa divulgada em palestras realizadas nas unidades de ensino pretende atingir cerca de 150 pessoas

Compartilhe
Tamanho do texto

Para manter o fluxo e refluxo de informações entre os ex-alunos das Casas Familiares (Rural de Igrapiúna, Rural de Presidente Tancredo Neves, do Mar de Ituberá e Agroflorestal de Nilo Peçanha) está sendo criada, com o apoio da Fundação Odebrecht (FO), a Comunidade dos Formados. Promover a prática do trabalho em rede, estimulando o desenvolvimento de ações que contribuam para o crescimento da região, além de oferecer para os participantes a chance de dar continuidade à formação, são os objetivos desta iniciativa.

“Esta é uma oportunidade dos jovens trabalharem juntos pelo desenvolvimento integrado e sustentável do Baixo Sul da Bahia”, afirmou Joana Almeida, Assessora Educacional da FO. A Comunidade, que pretende atingir cerca de 150 pessoas, foi apresentada entre os dias 14 e 17 de junho durante palestras realizadas em cada uma das Casas Familiares. Ministrada pelo consultor Carlos Claro, as exposições tiveram como tema o Cooperativismo - visão associativa e empresarial.

Inspirado pela discussão, os presentes expuseram sonhos e metas. “Em três anos pretendo formar o grupo dos Fruticultores do Baixo Sul”, afirmou Anailton Alves, formado em 2006 pela Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves. Participaram ainda concluintes e monitores das unidades de ensino - que também foram convidados a fazer parte desta ação.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital