15h15

Escola de Instrução Militar será implantada no Colégio Estadual Casa Jovem

Exército Brasileiro, Secretaria da Educação da Bahia, Oscip Casa Jovem e Fundação Odebrecht firmam parceria

Compartilhe
Tamanho do texto

“É muito significativo ver nossos filhos sendo formados, mesmo que não sigam a carreira militar. Eles não precisam ir longe para ter acesso à educação. Na própria escola, participam de vários projetos”. Com essas palavras, a Sra. Domingas Vilasboas comemora a implantação da Escola de Instrução Militar (EsIM) no Colégio Estadual Casa Jovem, instituição de ensino localizada na zona rural do município de Igrapiúna, onde toda a família estuda, incluindo ela e o esposo.

A EsIM é um órgão de formação de reserva do Exército Brasileiro que possibilita a prestação do Serviço Militar aos estudantes do ensino médio. Os alunos aprendem noções básicas de comunicação militar, marchas, higiene, primeiros socorros, orientação e vigilância, além de receberem instruções de manejo de armamento e treinamento físico militar. “O Exército está intensificando a criação de Escolas de Instrução Militar para que possamos contribuir na formação dos cidadãos brasileiros. Se tivermos bons cidadãos, teremos bons soldados e com isso cumpriremos a nossa missão”, destaca o General de Divisão João Francisco Ferreira, Comandante da 6ª Região Militar, que compreende os estados da Bahia e Sergipe.

A iniciativa é fruto de um Acordo de Cooperação assinado no dia 27 de setembro entre o Exército Brasileiro, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia, a Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Casa Jovem e a Fundação Odebrecht. “Ao unir esforços, estaremos construindo uma experiência que certamente será referência na implantação de outras iniciativas pelo Exército Brasileiro”, afirmou o Secretário de Educação, Osvaldo Barreto Filho. O evento contou, ainda, com a presença de Astor de Castro Pessoa, Presidente da Oscip Casa Jovem, Norberto Odebrecht e Mauricio Medeiros, respectivamente, Presidente do Conselho de Curadores e Presidente Executivo da Fundação Odebrecht.

Os 50 alunos selecionados para a primeira turma começam as atividades em março de 2011, quando receberão fardamentos e realizarão práticas militares básicas. Já as atividades ligadas a armamento irão acontecer no Quartel 19BC, no Cabula, em Salvador, ou no Tiro de Guerra do município de Valença. As aulas teóricas serão ministradas em um anexo a ser construído em parceria com a Fundação Odebrecht, com salas de atendimento, informática e vestiário.

Coletividade
O CECJ é uma instituição de ensino ligada ao Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia. É coordenado em conjunto pela Oscip Casa Jovem e a Secretaria da Educação da Bahia.
A unidade oferece educação de jovens e adultos, ensino fundamental e o curso técnico em Agroecologia integrado ao ensino médio. Também promove a formação de professores e disponibiliza um ambiente de recreação e lazer para a família dos alunos ao abrir suas portas durante os finais de semana. “Coletividade é a palavra de ordem. A gestão é participativa e envolve mais de 700 estudantes, pais, professores e representantes da comunidade local no planejamento e na execução de projetos”, ressalta Astor de Castro Pessoa.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital