15h22

Ação Cívico Social beneficia comunidades do Baixo Sul com atendimentos médicos, odontológicos e palestras

Iniciativa do Exército Brasileiro foi realizada em parceria com Casas Familiares e Casa Jovem

Compartilhe
Tamanho do texto

Pelo quarto ano, o Baixo Sul da Bahia recebe militares do Exército Brasileiro para a realização da Ação Cívico Social (Aciso). Entre os dias 22 e 26 de novembro, 690 pessoas tiveram acesso, de forma gratuita, a atendimentos médicos e odontológicos, e 1.090 participaram de palestras sobre saúde bucal, higiene, educação sexual, prevenção de acidentes no trabalho, primeiros socorros e história do Exército.

Esta foi a primeira edição da Aciso que contemplou pontos de atendimento em mais de um município do Baixo Sul. As Casas Familiares de Nilo Peçanha, Igrapiúna e Presidente Tancredo Neves, além da Casa Jovem, sediaram as ações que foram coordenadas pela 6ª Região Militar (RM) do Exército Brasileiro - que compreende os estados da Bahia e Sergipe.

O morador da comunidade quilombola de Boitaraca, em Nilo Peçanha, Manoel do Rosário Neto, 69, recebeu atendimento na Casa Familiar Agroflorestal. “Estava precisando ir ao dentista. Fui muito bem atendido aqui e estou bastante satisfeito com a ação”, relatou.

Fruto de acordo firmado em 2007 entre o Comando do Exército Brasileiro e a Oscip Casa Jovem, ampliado em 2009 via parceria com a Associação Guardiã da Área de Proteção Ambiental do Pratigi, a Aciso tem como objetivo assistir e auxiliar as Comunidades, e contribuir para o desenvolvimento do espírito cívico dos cidadãos. “A parceria com instituições sérias é muito importante, tanto para o Exército quanto para a população. É assim que estimulamos o exercício da cidadania e a inclusão social”, declarou o General João Francisco Ferreira, comandante da 6º RM.

Pedra Fundamental
No dia 23 de novembro foi lançada a Pedra Fundamental da Escola de Instrução Militar (EsIM). O ato simbólico marcou o início das obras no Colégio Estadual Casa Jovem. “A EsIM vai contribuir para construção de um futuro melhor, onde as pessoas possam desenvolver respeito umas pelas outras, por meio de exemplos de conduta”, afirmou Rosilene Santos, 27 anos, da comunidade de Jacarandá – Ituberá (BA).

O evento contou com a participação de militares da 6ª Região Militar e de representantes da Fundação Odebrecht: Norberto Odebrecht, Presidente do Conselho de Curadores; Mauricio Medeiros, Presidente Executivo; e Waldeck Ornelas, Vice-Presidente da Área Socioeducacional.
 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital