11h38

Edição 152 - Todos juntos!

Uma parceria que ajuda a fortalecer a família rural

Compartilhe
Tamanho do texto

texto: Gabriela Vasconcellos

Nova marca do PDIS apresenta o
conceito de um mosaico: a união de elementos
que forma um todo, maior e único

Como músicos em uma orquestra, eles compartilham o mesmo palco, unindo suas habilidades e competências de maneira harmônica, para tornar próspera e dinâmica uma área rural com grande patrimônio ambiental, contribuindo para a fixação dos jovens no campo. Os diversos parceiros institucionais do Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS) estão ajudando a construir uma classe média rural estruturada em unidades-família, protagonista do próprio desenvolvimento sustentável. Este é o objetivo comum, superior e nobre que os move.

Instituído pela Fundação Odebrecht, o PDIS apresenta em sua nova marca o conceito de um mosaico: a união de elementos que forma um todo, maior e único. Com foco na crença de que não faltam talentos às pessoas, mas oportunidades para que se realizem, a sociedade civil organizada, os governos Federal, Estadual e municipais e a iniciativa privada trabalham juntos trilhando o caminho para a sustentabilidade. Dessa forma, busca-se alcançar, no Baixo Sul da Bahia, os Oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – propugnados pela Organização das Nações Unidas (ONU) e subscritos por 192 países, inclusive o Brasil.

Por meio da Governança Participativa – pela qual o primeiro, o segundo e o terceiro setores atuam de forma integrada e sinérgica –, o PDIS promove a geração de trabalho e a justa distribuição de renda, a educação do campo de qualidade e a conservação ambiental. Segundo Mauricio Medeiros, Presidente Executivo da Fundação Odebrecht, esse é o diferencial do Programa. “O sistema inovador de governança cria um espaço colaborativo para a construção de iniciativas sociais e traz benefícios a todas as partes envolvidas”, assegura.

Parceiros do PDIS:

“Já podemos colher os frutos da parceria entre o MDS e a Fundação Odebrecht. O PDIS tem sido fundamental para a qualificação profissional e para a formação das famílias visando à inclusão social produtiva. A atuação da Fundação Odebrecht nessa área pode servir de modelo para que outras empresas sejam parceiras e cumpram sua função social”. Márcia Lopes, Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

“Os governos Estadual, Federal e municipais, de mãos dadas com a iniciativa privada, precisam estimular iniciativas voltadas para o desenvolvimento de tecnologia e geração de renda, com valorização do meio ambiente, para que os jovens possam viver no campo com dignidade”. Jaques Wagner, Governador da Bahia.

“O Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de APAs do Baixo Sul da Bahia é o modelo concreto de como atingir um projeto regional de todos, instrumento fundamental da sustentabilidade, garantida pelos Oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”. André Lisboa Filho, Prefeito de Ituberá (BA) e Presidente do Ciapra.

“O PDIS está completamente alinhado com o Exército Brasileiro, pois tem a finalidade social de formar o cidadão e transmitir valores e virtudes. Estamos contribuindo para o crescimento cultural e pessoal de jovens, que vislumbram um futuro próspero em sua comunidade e são pautados por princípios importantes nos dias de hoje: a conservação do meio ambiente e a visão de sustentabilidade”. João Francisco Ferreira, General de Divisão e Comandante da 6ª Região Militar.

“O BNDES tem buscado trabalhar em conjunto com instituições que demonstrem grande capacidade executiva e de investimento, forte conhecimento da região e profunda identidade com um modelo de crescimento e desenvolvimento que contemple as dimensões da coletividade e dos indivíduos, econômica e social, e que possa ser reproduzido por gerações. A Fundação Odebrecht é nossa parceira desde a primeira hora". Elvio Gaspar, Diretor da Área de Crédito e Inclusão Social.

“O trabalho no Baixo Sul da Bahia propõe a construção de um novo modelo de desenvolvimento sustentável. Os produtores não tinham condições de sobreviver e hoje saíram de uma situação de exclusão social. Os filhos e netos de muitos deles, que migraram em busca de oportunidades, estão retornando à região e vivendo dignamente”. Alessandro Teixeira, Presidente da Apex-Brasil.

"O Banco do Brasil soma esforços ao PDIS, por acreditar e valorizar parcerias que buscam o desenvolvimento sustentável para o território do Baixo Sul da Bahia. Apoiamos atividades produtivas que visem geração de trabalho e renda, melhoria da qualidade de vida, conservação ambiental e fixação do homem no campo". Edson Pascoal, Superintendente do Banco do Brasil na Bahia.

“Buscamos sempre gerar, para nossos beneficiários, impacto mensurável e acreditamos que a única maneira de ampliar nossa atuação é por meio de projetos, como o implantado pela Fundação Odebrecht. O PDIS tem contribuído para a melhoria da qualidade de vida de muitas pessoas. O desafio agora é mobilizar novos parceiros para que este modelo possa ser replicado em outras comunidades no Brasil e na América Latina e Caribe”. Luciana Botafogo, Especialista Setorial do Fundo Multilateral de Investimentos.


Acesse aqui

Edição 152 - Todos juntos!
Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital