10h33

Coopecon participa de evento internacional de aquicultura

Cooperativa marcou presença nos cinco dias do congresso e participou de festival gastronômico, que incluiu a tilápia na preparação de pratos especiais

Compartilhe
Tamanho do texto

Com o tema “Aquicultura para um mundo em transformação”, foi realizado, entre os dias 6 e 10 de junho, pela World Aquaculture Society (Sociedade Mundial de Aquicultura) - instituição que reúne mais de três mil membros em cerca de cem países - o Congresso Internacional de Aquicultura “WAS 2011”. O evento aconteceu em conjunto com a Feira Internacional de Serviços e Produtos para Aquicultura e a VIII Feira Nacional do Camarão (Fenacam) – promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC).

Na noite de abertura foi servido um coquetel com petiscos de camarão e filé de tilápia da Cooperativa dos Aquicultores de Águas Continentais (Coopecon). Mais de 2.000 pessoas participaram, entre elas o Ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho; o Conselheiro da União Européia no Brasil, Angel Landabaso; o Presidente eleito da WAS, Ricardo Martino; o Senador e a Governadora do Rio Grande do Norte, respectivamente, José Agripino Maia e Rosalba Ciarlini; o Presidente da ABCC e organizador local do evento, Itamar Rocha, e a então Ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti.

Ideli Salvatti foi quem abriu a programação científica, proferindo uma palestra no dia 7, pela manhã, onde falou sobre as políticas nacionais para o desenvolvimento da aquicultura no Brasil. Dentro da programação de cursos e palestras, Roberto Lessa, Vice-Presidente da Fundação Odebrecht – Área Socioprodutiva, fez uma palestra com o tema Alianças Cooperativas.

Ao todo, mais de 20.000 pessoas entre pesquisadores, professores e estudantes do setor de aquicultura circularam durante os cinco dias de evento. Foram apresentados 1.100 trabalhos técnicos, realizadas 70 palestras e expostos serviços e produtos em 300 estandes. A Coopecon esteve presente em um estande, viabilizado em parceria com as empresas AguaVale e Pratigi Alimentos.

O Líder da AguaVale, empresa de produção de alevinos de tilápia de Ituberá (BA), Arleques Teixeira, pôde contabilizar o sucesso, por meio de vendas diretas. “Nós garantimos a comercialização de 70% da nossa produção de junho em apenas três dias. Também fizemos contatos com futuros clientes”, comemora Teixeira. O expositor André Simas, Líder da Área Comercial da Pratigi Alimentos, já participa da Fenacam há dois anos. “Para negócios e prospecção de clientes esse evento é ideal. Realizamos novos contatos e negócios”, conta.

Para Itamar Rocha, Presidente da ABCC e organizador local do evento, todas as expectativas foram atingidas. “Conversei com muitos expositores, palestrantes, estudantes e pesquisadores. Foram trocadas valiosas informações que contribuirão para o desenvolvimento da aquicultura no Rio Grande do Norte e em todo o mundo”, declarou.

Os cooperados José Raimundo (comunidade da Mina Nova), Adenilton Pereira (comunidade do Lago Antônio Rocha) e Lourivaldo Grima (Assentamento Mata do Sossego), de Igrapiúna (BA), e Carlos Alberto (Assentamento Josinei Hipólito), de Ituberá (BA), participaram interagindo com visitantes e expositores de diversas partes do Brasil e do mundo.

“Fui invasor, assentado rural e hoje sou um empresário da aquicultura. Os negócios estão indo bem, minha vida melhorou 100%. A produção está tão boa que vendemos uma tonelada de tilápia para a Fenacam”, declarou Grima, que na oportunidade, foi procurado pela imprensa local para contar a história de sua vida e falar sobre o projeto de inclusão social da Coopecon - que faz parte do Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS).

Outro grande atrativo foi o Festival Gastronômico, que ofereceu quatro diferentes opções de pratos de camarão e duas de tilápia, especialmente desenvolvidos pelo restaurante potiguar Paçoca de Pilão. De acordo com Adalva Rodrigues, proprietária do restaurante, o filé de tilápia da Coopecon é de excelente qualidade e foi bem aceito pelo público. “Com o filé da Coopecon, pude elaborar um prato regional, a Tilápia à milanesa e outro mais fino, a Tilápia no azeite com alcaparras, que pode ser servido em qualquer lugar do mundo, na alta gastronomia”, afirmou Adalva, com simpatia.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital