14h26

Associado da Coopalm assina contrato com Banco do Brasil para adquirir caminhão

Chaves do veículo foram entregues com a presença do ex-Presidente Lula e do Governador Jaques Wagner

Compartilhe
Tamanho do texto

A ansiedade saltava aos olhos. José Soares, associado da Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm), mal conseguia segurar a emoção. O agricultor sabia que o dia 21 de julho acabaria diferente. Ele voltaria para casa, localizada no assentamento Mata do Sossego, em Igrapiúna (BA), com o seu caminhão. “Estou muito feliz de estar aqui hoje para recebê-lo. Essa conquista só foi possível com o apoio dos técnicos da Coopalm, que elaboraram o projeto para entregar ao Banco do Brasil”, conta Soares, mais conhecido como Seu Zeca da Paixão.

Esse sonho tornou-se realidade por meio do Programa Mais Alimentos – Produção Primária do Governo Federal, uma linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que viabiliza o financiamento de equipamentos e veículos para o pequeno produtor rural. “Os resultados são visíveis quando conseguimos entregar um caminhão para um homem do campo que gera demanda de sua própria atividade. Fazemos questão de divulgar para servir de exemplo e mostrar que a agricultura familiar é viável e forte. Essas são as mãos que alimentam o Brasil”, garante Armando Soares, Gerente de Desenvolvimento Sustentável e Agricultura Familiar do Banco do Brasil na Bahia.

A entrega das chaves do veículo aconteceu em Salvador (BA), durante o lançamento do Plano Agrícola e Pecuário da Bahia para Safra 2011/2012. Sem saber descrever a emoção que sentia, Zeca da Paixão subiu ao palco e as recebeu de Ives Fülber, Diretor de Agronegócio do Banco do Brasil, e de Afonso Florence, Ministro do Desenvolvimento Agrário. “Essa luta não é só minha e sim de todos. Esse caminhão vai apoiar no escoamento das hastes de palmito cultivadas no assentamento e contribuir para o nosso desenvolvimento”, assegura Zeca, que tem uma renda superior a R$ 1.500 por mês apenas com o plantio de palmito.

O agricultor assinou, juntamente com Edson Pascoal, Superintendente do Banco do Brasil na Bahia, e o Ministro Afonso Florence, o primeiro contrato do Pronaf Mais Alimentos deste Plano, garantindo o financiamento de um caminhão F 4000. No pagamento das parcelas não incidirá juros, pois, desde novembro de 2009, o Governo da Bahia assumiu estes encargos para estimular o crédito e a produção de alimentos no Estado. “A agricultura familiar tem um papel histórico e está realizando uma revolução democrática”, disse o Ministro.

O evento contou ainda com a presença do ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, e do Governador da Bahia, Jaques Wagner. Lula destacou a importância de incentivar a produção familiar para gerar mais alimentos e renda. “Precisamos manter o agricultor no campo”, afirmou.

Feliz, por receber seu caminhão, Zeca aproveitou a oportunidade para presentear o Governador com um pote do palmito cultivado pelos 512 associados da Coopalm – instituição ligada ao Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS), apoiado pela Fundação Odebrecht. Ao receber o pote, Jaques Wagner questionou: “esse palmito é bom mesmo?”. O agricultor não hesitou: “é o melhor!”.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital