10h40

Consórcio Conpar apoiará replicação do Círculos de Leitura

Iniciativa será implantada no Centro de Atendimento Integral à Criança, no município de Araucária (PR), com apoio do Programa Tributo ao Futuro

Compartilhe
Tamanho do texto

Estimular a leitura, a compreensão de textos, o estudo de clássicos e contribuir para o desenvolvimento de novos líderes. Esse é o foco do Projeto Círculos de Leitura, implantado em unidades de ensino do Baixo Sul da Bahia.

Com apoio do Consórcio Paraná (Conpar) – formado pela Odebrecht Engenharia Industrial, UTC Engenharia S.A. e Construtora OAS Ltda – o projeto será replicado no Centro de Atendimento Integral a Criança (CAIC), em Araucária (PR). O CAIC integra cinco secretarias do município e presta atendimentos diversos à sociedade. No Centro já foi instalado, também em parceria com o Conpar, um laboratório do projeto de inclusão digital Caia na Rede.

Iolanda Henrrichs, integrante do Conpar, Simone Gonçalves, da Secretaria de Cultura de Araucária, Deisi Cristina e Elda Jane, ambas do CAIC, estiveram na Fundação Odebrecht e no Baixo Sul, nos dias 28 e 29 de julho, para conhecer o método de ensino. “Ao olharmos para os jovens pudemos perceber o quanto eles são diferentes, encantados, pensantes e felizes”, ressaltou Elda, após visita à Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves, unidade de ensino que faz parte do Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS), fomentado pela Fundação Odebrecht.

O Círculos de Leitura é apoiado no Baixo Sul pelo Tributo ao Futuro - que fomenta ações certificadas pela Fundação Odebrecht por meio de destinações de Imposto de Renda dos integrantes da Organização Odebrecht. A equipe do Tributo, por dominar a metodologia, também contribuirá com a implantação da iniciativa em Araucária.
“Conversar e ouvir os beneficiados pelo Tributo ao Futuro é sempre uma experiência nova, gratificante, emocionante e recheada de declarações de esperança. Nós, que somos meros coadjuvantes nestas histórias, nos sentimos honrados e privilegiados em poder ver o que uma simples participação pode fazer na vida de cada um desses jovens”, destacou Iolanda.

O Tributo ao Futuro iniciou no dia 8 de agosto a Campanha de Investimentos 2011. A partir dessa data é possível fazer, sem ônus, a destinação de até 6% do Imposto de Renda para projetos sociais, com foco em infância e adolescência, no Baixo Sul da Bahia.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital