17h02

Jovens do Baixo Sul participam da II Conferência Estadual da Juventude

Educandos do Colégio Estadual Casa Jovem e da Casa Familiar Agroflorestal representam a juventude da região onde vivem

Compartilhe
Tamanho do texto

Quando Darlan Souza, 20 anos, se escalou para participar da Conferência Municipal de Juventude de Ituberá (BA), não imaginou o que estaria por vir. Participativo nos grupos de trabalho, Darlan foi eleito para representar os jovens de cinco municípios do Baixo Sul da Bahia - Valença, Taperoá, Gandu, Ituberá e Igrapiúna - na II Conferência Estadual de Juventude, realizada entre os dias 28 e 30 de outubro, em Salvador (BA). “Esta é uma experiência única. Agora reconheço a importância de debater políticas públicas voltadas para a juventude”, afirma Darlan, aluno do 3º ano do curso de Agroecologia do Colégio Estadual Casa Jovem (CECJ).

Além de Darlan, mais dois outros jovens - Wildson Santos, 22 anos, e Débora Maracás, 16 anos – também foram escalados para participar do encontro estadual. Na ocasião, apresentaram as propostas debatidas durante as edições das conferências municipal e territorial. “Depois que ingressei na Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), boas oportunidades surgiram em minha vida. Representar minha região foi uma delas”, reforça Wildson, em formação pelo curso de Qualificação em Agroecoturismo da Cfaf.

As discussões da II Conferência Estadual serão novamente apresentadas no evento nacional, que acontecerá de 9 a 12 de dezembro, em Brasília (DF).

Etapas
Durante a reunião municipal de Ituberá, entre os dias 12 e 14 de setembro, também foram elaboradas propostas que envolvem questões importantes para os jovens, como a construção de um centro de cultura e a implantação do Conselho Municipal de Juventude. Essas ideias serão encaminhadas para o poder público a fim de se estudar as possibilidades de concretizá-las. “Temos que lutar por nossos objetivos e sonhos. Sem esforços, nada se consegue”, reforça Débora, que também estuda no CECJ, na turma do 2º ano do curso de Agroecologia.

Após essa etapa municipal, os jovens estiveram presentes na Conferência Territorial – realizada em Valença (BA), em que os delegados eleitos, representantes dos municípios envolvidos, se reuniram para discutir e ratificar as demandas do Plano Nacional de Juventude. Elaborado na I Conferência Nacional de Juventude, em 2008, o projeto apresenta temas como geração de trabalho e renda, bem-estar juvenil, saúde e vida segura, desenvolvimento da cidadania e acesso aos bens da cultura, dentre outros. “Construímos um importante documento para os jovens, que são os protagonistas da transformação”, finaliza Darlan.

Além de jovens da Cfaf e da Casa Jovem, educandos da Casa Familiar Rural de Igrapiúna também participaram dos debates da Conferência Municipal, quando realizada em Igrapiúna, em 13 de setembro.
 

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital