16h18

Indústria do Conhecimento completa um ano no Baixo Sul da Bahia

Iniciativa do Sesi oferece para a população local um centro multimídia, onde é possível consultar livros, periódicos, vídeos, DVDs e internet

Compartilhe
Tamanho do texto

“Nesse espaço, temos a oportunidade de nos preparar para um mundo onde prevalece o conhecimento”. Com essas palavras, Ilana Cris, moradora de Igrapiúna (BA), descreve a Indústria do Conhecimento - iniciativa do Serviço Social da Indústria (Sesi) que viabiliza a instalação de centros multimídia em municípios de baixa renda. Implantada em anexo à Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I), a unidade está completando um ano de funcionamento. Desde então, recebeu mais de 5.800 pessoas, além de educandos da CFR-I.

No centro, a comunidade utiliza gratuitamente todo o acervo de livros, periódicos, vídeos, DVDs e internet. Há ainda a promoção de atividades culturais e educativas, por meio de palestras, dinâmicas e oficinas. Para Roseane Brito, aluna da CFR-I, “o projeto veio para somar e possibilitar bonitas viagens no mundo da leitura”. “Em todas as ações buscamos estimular a criação desse hábito”, conta Isabel Cristina Gomes, coordenadora local da Indústria.

Outras duas unidades foram implantadas no Baixo Sul. Em outubro de 2010, o município de Valença (BA) comemorou a inauguração de sua Indústria. Em julho de 2011, foi a vez do Colégio Estadual Casa Jovem (CECJ), também localizado em Igrapiúna. Neste centro, mais de 1.600 pessoas já tiveram a oportunidade de consultar a internet e o acervo de impressos e multimídia. “A Indústria nos trouxe conhecimento. As atividades escolares ficaram mais fáceis de serem realizadas”, garante Ediane Cardoso, 13 anos, aluna da 6ª série do CECJ.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital