16h18

Indústria do Conhecimento completa um ano no Baixo Sul da Bahia

Iniciativa do Sesi oferece para a população local um centro multimídia, onde é possível consultar livros, periódicos, vídeos, DVDs e internet

Compartilhe
Tamanho do texto

“Nesse espaço, temos a oportunidade de nos preparar para um mundo onde prevalece o conhecimento”. Com essas palavras, Ilana Cris, moradora de Igrapiúna (BA), descreve a Indústria do Conhecimento - iniciativa do Serviço Social da Indústria (Sesi) que viabiliza a instalação de centros multimídia em municípios de baixa renda. Implantada em anexo à Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I), a unidade está completando um ano de funcionamento. Desde então, recebeu mais de 5.800 pessoas, além de educandos da CFR-I.

No centro, a comunidade utiliza gratuitamente todo o acervo de livros, periódicos, vídeos, DVDs e internet. Há ainda a promoção de atividades culturais e educativas, por meio de palestras, dinâmicas e oficinas. Para Roseane Brito, aluna da CFR-I, “o projeto veio para somar e possibilitar bonitas viagens no mundo da leitura”. “Em todas as ações buscamos estimular a criação desse hábito”, conta Isabel Cristina Gomes, coordenadora local da Indústria.

Outras duas unidades foram implantadas no Baixo Sul. Em outubro de 2010, o município de Valença (BA) comemorou a inauguração de sua Indústria. Em julho de 2011, foi a vez do Colégio Estadual Casa Jovem (CECJ), também localizado em Igrapiúna. Neste centro, mais de 1.600 pessoas já tiveram a oportunidade de consultar a internet e o acervo de impressos e multimídia. “A Indústria nos trouxe conhecimento. As atividades escolares ficaram mais fáceis de serem realizadas”, garante Ediane Cardoso, 13 anos, aluna da 6ª série do CECJ.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital