14h35

Fundação Odebrecht e Coopatan participam do evento + Mulher 360

Durante o encontro, foi assinado um Termo de Adesão a fim de cumprir metas até 2015

Compartilhe
Tamanho do texto

Para acompanhar os atuais debates sobre o papel da mulher brasileira no mercado de trabalho e a convite do parceiro Walmart Brasil, a Fundação Odebrecht participou da realização do evento “+ Mulher 360 – Movimento Empresarial Pelo Desenvolvimento Econômico da Mulher”, no dia 10 de novembro, em São Paulo (SP). O encontro, alinhado com os Princípios de Empoderamento das Mulheres da ONU, propôs uma visão de 360 graus do empoderamento feminino, além de focar em questões sobre o equilíbrio dos gêneros dentro das empresas e a valorização da mulher como cidadã e agente de mudança em suas comunidades.

Na ocasião, a Fundação Odebrecht e a Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan) – esta última representando as instituições ligadas ao PDIS -, assinaram um Termo de Adesão e assumiram compromissos a serem concretizados até 2015. Dentre estes, destacam-se o desenvolvimento das mulheres nas organizações, valorização de sua imagem perante a sociedade e implementação de programas voltados ao público feminino. “Sabemos que, hoje, ocupamos cargos de liderança, que antes estavam destinados somente aos homens. Isso mostra que somos profissionais e que podemos contribuir para o crescimento do nosso País”, expressa Elineide Correa, que assume a Presidência da Coopatan há quase três anos. Dessa forma, Elineide é uma das lideranças femininas que contribuem para o desenvolvimento da região do Baixo Sul da Bahia, realizando atividades e mobilizações junto às comunidades.

O evento contou com a presença de representantes do governo federal e de empresas e instituições parceiras do “+ Mulher 360″. “Acredito que contribuir para ter mais trabalhadoras vivendo melhor é definitivo para os negócios e para o planeta, principalmente porque essa é uma questão fundamental para enfrentar todos os outros desafios mundiais”, completa Mike Duke, Presidente e CEO global do Walmart.

Números
No Brasil, uma em cada quatro mulheres entre 18 e 25 anos não estuda nem trabalha. Na média, apenas 13% ocupam cargos de chefia nas empresas e a mulher brasileira estuda por 8,8 anos, contra 7,7 anos dos homens. O salário delas é 30% menor do que o pago a eles, mesmo com uma formação melhor.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital