10h17

Ides apoia realização do Cozinha Brasil no Baixo Sul

Em parceria com Sesi Bahia e Amubs, a iniciativa orientou jovens, merendeiras e moradores a ter uma alimentação mais saudável

Compartilhe
Tamanho do texto

Uma alimentação rica em nutrientes nos primeiros anos de vida é essencial para garantir o crescimento saudável de crianças e adolescentes. Além de contribuir com a disposição para as atividades do dia a dia, como estudos e lazer, e proporcionar qualidade de vida. Pensando nesses benefícios, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides) em parceria com o Sesi-Bahia - Serviço Social da Indústria - e a Associação dos Municípios do Baixo Sul (Amubs) realizaram o projeto Cozinha Brasil na região entre os dias 16 e 30 de novembro.

A ação aconteceu em centros educacionais de cinco cidades baianas - Valença, Nilo Peçanha, Camamu, Presidente Tancredo Neves e Gandu – e também atendeu os moradores de 15 municípios próximos. Com apoio da Diretoria Regional de Educação (Direc 5), sediada em Valença, a iniciativa teve como objetivo promover cursos básicos de educação alimentar com foco no aproveitamento integral dos alimentos. Com carga horária de dez horas, os encontros contemplaram aulas teóricas e práticas, realizadas na Unidade Móvel do Sesi e ministradas por nutricionistas. Ao todo, 376 pessoas foram atendidas. “Nosso município foi agraciado com essa capacitação, que apresentou as maneiras corretas para se alimentar melhor e ter uma vida sadia”, ressalta André Carvalho, Diretor de Cultura de Camamu.

Casas Familiares
Alunos do Curso de Agroecoturismo da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) e cozinheiras da instituição, em Nilo Peçanha, também foram beneficiados pelo Cozinha Brasil. A instrutora do curso, Maria de Lurdes Alves, orientou os participantes a armazenar, manipular e preparar os alimentos de forma apropriada, com o objetivo de incentivar a preparação de refeições saudáveis. “Com a educação alimentar, cuidamos melhor da saúde e do bem-estar pessoal. Vou passar os ensinamentos para minha comunidade”, expressa Vanessa Lima, 18 anos, educanda da Cfaf. A última ação do projeto foi realizada na sede da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves, envolvendo os jovens e a equipe de cozinheiras e merendeiras da unidade.

Outras ações
Esta não é a primeira vez que o Baixo Sul participa do programa Cozinha Brasil. Em 2006, por meio de parceria entre o Sesi-Bahia e a Fundação Odebrecht, cursos sobre educação alimentar aconteceram nos onze municípios da região. As atividades foram realizadas durante as edições de 2006 e 2007 do DIS Cidadão, organizado pelo Instituto Direito e Cidadania.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital