10h35

Base que não muda

Pautado na Tecnologia Empresarial Odebrecht, Programa de Desenvolvimento de Jovens Empresários oferece formação voltada para vida pessoal e profissional

Compartilhe
Tamanho do texto

Alinhados com a Tecnologia Empresarial Odebrecht (TEO), 30 protagonistas do Baixo Sul da Bahia estão cursando uma formação voltada para a vida pessoal e profissional. Desde junho, quando teve início o Programa de Desenvolvimento de Jovens Empresários (PDJE II), sete encontros foram realizados e os mais diversos temas trabalhados.

Foram workshops de 16 horas sobre TEO, liderança, administração do tempo, expressão verbal, valores, ética, planos de vida e carreira, globalização e sustentabilidade, dentre outros. Com duração de 18 meses, o PDJE é uma iniciativa da Fundação Odebrecht que contribui para a formação de jovens que atuam em instituições ou projetos ligados ao Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de APAs do Baixo Sul da Bahia - PDIS.

Para Jeane Oliveira, integrante da área administrativa da Associação Guardiã da APA do Pratigi, o curso tem superado todas as expectativas. “Estou aperfeiçoando meus conhecimentos e adquirindo novos, sem contar a experiência de conviver com pessoas diferentes. Isso nos proporciona um crescimento humano sem tamanho”, assegura.

Coordenado pela consultora Gilcia Beckel, o PDJE oferecerá para 2012 novos workshops sobre novos temas, dentre eles cidadania, elaboração de projetos, comunicação, responsabilidade social, segurança empresarial. “É visível o entusiasmo, interesse e a participação de todos. A evolução deles individualmente e em conjunto é notória”, destaca Gilcia. “Um ponto interessante é a associação que eles fazem dos assuntos que vêm sendo trabalhados com a TEO”, complementa.

Benivaldo dos Santos, líder de produção vegetal na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves, destaca os novos aprendizados. “Estou conseguindo definir novas metas e construir uma visão de futuro. Devemos estar sempre abertos para o novo”, afirma. Idaiani Nascimento, assistente financeiro da Organização de Conservação de Terras, não pensa diferente. “Espero continuar aplicando no meu dia a dia todas as habilidades e instruções adquiridas por meio do curso”.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital