11h49

Desenvolvimento em Construção

Coonstruir fomenta oportunidades de trabalho no Baixo Sul, além de ser a primeira e única cooperativa com esse perfil na região

Compartilhe
Tamanho do texto

Ao longe, vê-se um canteiro de obras. Lá se encontram pedreiros, marceneiros, serventes e ajudantes que erguem paredes, montam blocos de concreto e trabalham com cimento e areia. Mas, em meio às construções materiais, sonhos também são projetados e realizados. E é a vontade de se qualificar e ter autonomia do próprio negócio que motivou a criação, em 2009, da Cooperativa da Construção Civil (Coonstruir).

Com o objetivo de apoiar os profissionais com orientações técnicas e oportunidades de trabalho, a Coonstruir possui 130 associados, que são remunerados de acordo com sua produtividade. “Por meio da Cooperativa pude realizar sonhos antigos como a aquisição de uma casa e uma moto. Agradeço por ser incentivado a acreditar na minha profissão”, conta o cooperado Fabiano Evangelista, 27 anos.

A Cooperativa também é formada pelos aprendizes do Centro de Formação Profissional Construir Melhor - projeto que oferece ensino profissionalizante da construção civil para jovens dos municípios de Igrapiúna e Valença. É a primeira voltada para a área no Baixo Sul da Bahia e busca ser um diferencial na região. “O nosso negócio é prestar serviço com qualidade e formar novas lideranças locais”, reforça Pedro Rogério da Silva, 25 anos, presidente da Coonstruir e formado pelo Construir Melhor. José Carlos Martins, 27 anos, também cooperado, completa: “Me sinto honrado em fazer parte de uma instituição que proporciona uma vida melhor para todos”.

Projeto
Dentre as obras já viabilizadas pela Cooperativa, destaca-se a construção da sede do Construir Melhor, em Valença (BA). Com aporte total de R$ 2,3 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a unidade foi inaugurada em outubro de 2011. De acordo com Christophe Houel, Líder Educador da Aliança da Construção Civil, a integração do Centro com a Cooperativa está contribuindo para melhorar a qualidade de vida da população do Baixo Sul. “Queremos oferecer infraestrutura para a região. Aliado a isso, temos a capacitação de agentes multiplicadores da construção civil. Estamos ajudando a retirar muitas pessoas de uma situação de vulnerabilidade”. O jovem Alesildo Assunção, 25 anos, atual vice-presidente da Coonstruir, aponta que “são os cooperados que contribuem direta e indiretamente para o crescimento de nossas comunidades, valorizando a mão de obra local”.

Formação

A Coonstruir está aliançada ao Construir Melhor, onde os educandos têm a oportunidade de cursar a única formação na área da construção civil de longa duração oferecida no Brasil, ministrada em 18 meses, em regime de alternância. Nas obras, transformadas em salas de aula, os estudantes adquirem conhecimentos transmitidos por mestres educadores. A primeira turma já concluiu o curso e a segunda está em formação. Camila Santos, 22 anos, é aluna, moradora de Valença e a única mulher que faz parte da cooperativa. Assumindo o serviço de pedreira, a jovem conta que a Coonstruir tem contribuído para seu desenvolvimento pessoal e profissional. “A cooperativa oferece verdadeiras oportunidades para realizar nossos sonhos”.

Em Destaque!
Igrapiúna foi o primeiro município a acolher os associados da Coonstruir. Em 2009, lá se realizaram as obras do Loteamento Nova Igrapiúna, um conjunto de habitações, que contou com a parceria da empresa Michelin. Surgiram outras oportunidades de trabalho, como a construção da Escola de Instrução Militar - órgão de formação de reserva do Exército Brasileiro -, a Casa do Comandante e a fábrica Bahiamido.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital