12h52

Juntos pelo Desenvolvimento

Assistência técnica oferecida pelas cooperativas contribui para ampliar produtividade e renda dos agricultores

Compartilhe
Tamanho do texto

Orientar e contribuir com o desenvolvimento dos cultivos. Esse é o papel dos assistentes educadores das cooperativas ligadas ao PDCIS. O aumento de produtividade e, consequentemente, da renda de centenas de famílias do Baixo Sul da Bahia é também resultado do trabalho desses profissionais, que acompanham toda a trajetória dos produtores.

Marcos dos Santos, 22 anos, é um deles. Ex-aluno da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), concluiu sua formação em 2008 e no ano seguinte aceitou o desafio de atuar na área técnica da Cooperativa dos Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan). “Apoiamos na construção do plano de ação dos 201 associados. Eles programam a produção e já definem a quantidade de adubos, gastos e quanto vão entregar durante o ano”, diz. Além de Marcos, a Cooperativa conta com mais quatro técnicos - todos estudaram na CFR-PTN. “Precisamos fazer com que a Aliança Cooperativa Estratégica aconteça de verdade. A integração entre a Casa Familiar e a Coopatan é fundamental”, reforça o jovem, que em 2011 tornou-se coordenador dos assistentes.

Outro exemplo vem da Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm). São 15 técnicos que se dividem entre 11 municípios para orientar os 531 associados. Erasmo Assis, Líder de Extensão Agrícola da Coopalm, coordena os assistentes. “Passamos nossa experiência para que os produtores tenham melhores resultados. Capacitamos a todos para que conquistem maior produtividade, rentabilidade e liquidez”, afirma.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital