18h02

Jovem protagonista

Educando da Casa Familiar Agroflorestal, Felipe Oliveira tem oportunidade de compartilhar seus conhecimentos nas comunidades onde atua

Compartilhe
Tamanho do texto

Mesmo muito jovem, com apenas 15 anos, Felipe Luís da Silva Oliveira demonstra maturidade na fala e preocupação com a conservação da natureza em seu discurso. Afirma com propriedade que quer atuar na área de agronomia e que esse sonho vem sendo realizado desde quando ingressou na Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf). Educando do Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Florestas integrado ao Ensino Médio, Felipe se sente honrado em fazer parte da nova turma da Cfaf. “Estou tendo a oportunidade de adquirir valiosos aprendizados e de retribuir o que a natureza sempre fez por todos nós”, ressalta. Além de Felipe, seu irmão, Moisés Luís da Silva Oliveira, também estuda na Casa Familiar, na turma do segundo ano.

Apesar de morar na área central de Taperoá (BA) com os pais e irmãos, o protagonista realiza ações em duas comunidades do município - Jordão e Jacaré -, colocando em prática os conhecimentos aprendidos na Cfaf. “Converso com os moradores sobre os projetos que desenvolvemos, como a compostagem [técnica de decomposição de materiais orgânicos para produção de adubo] e sobre a importância de preservar a cultura local. Acredito que compartilhando o que aprendo, poderei contribuir com um futuro melhor para as pessoas”. Além disso, Felipe atua como voluntário na Secretaria Municipal de Juventude, o que viabiliza encontros com representantes do poder público de sua cidade para discutir melhorias. “Se você tem a oportunidade para fazer o bem pela sociedade, faça”.

O jovem ainda é participante assíduo dos Dias do PDIS nas comunidades, já tendo marcado presença em sete edições. Realizada desde março, a ação busca estreitar a relação com os moradores do Baixo Sul da Bahia. “Os encontros têm sido proveitosos, pois tenho me tornado uma pessoa mais consciente do meu papel nas comunidades onde atuo”, finaliza.

Sinergia
Contribuir para a inclusão social do produtor do campo e para a formação dos empresários rurais do futuro. É assim que funciona a Aliança Cooperativa Estratégica, um ciclo virtuoso de desenvolvimento que envolve as casas familiares e cooperativas ligadas ao Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS). Duas dessas instituições são a Cfaf e a Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da Área de Proteção Ambiental do Pratigi (Cooprap) que, juntas, formam a Aliança Cooperativa Estratégica da Piaçava. “Considero importante a proposta de integrar o jovem com sua família, pois esta é a base para o desenvolvimento do ser humano”, completa Felipe.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital