16h12

Baixo Sul sob diversos olhares

TV Educativa da Bahia exibe documentário que percorre municípios da região, apresentando história, cultura e riquezas naturais

Compartilhe
Tamanho do texto

Apresentar a história, cultura e riquezas naturais do Baixo Sul da Bahia. Esse foi o enredo do documentário Baixo Sul – Olhares Diversos exibido na TV Educativa da Bahia, mais conhecida como TVE, em 21 de abril. O vídeo passeia por alguns municípios da região e exibe as manifestações culturais desses lugares, como os folguedos Arguida de Valença, Chegança dos Mouros de Taperoá, Mandus em Maraú e Zambiapunga em Nilo Peçanha.

A Fortaleza de Morro de São Paulo também é destaque do documentário. Em 2010, uma parceria entre o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides), o Ministério da Cultura e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, possibilitou a restauração do espaço, incluindo sua muralha com 670 metros. Marcos Galindo, arquiteto e coordenador da obra, explica quais as propostas de revitalização do complexo fortificado. “Na área do Forte deverá funcionar um restaurante-escola. No Corpo da Guarda, teremos uma estrutura de recepção ao turista, com informações sobre Morro de São Paulo, e ainda uma parte dedicada à história de criação do monumento e sua importância enquanto patrimônio nacional”.

Passando por Ituberá, o vídeo traz as lendas que rodeiam a comunidade quilombola de Lagoa Santa contadas por seus moradores. Em Jatimane, município de Nilo Peçanha, e também de origem quilombola, mostra os trabalhos dos associados da Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da Área de Proteção Ambiental do Pratigi (Cooprap) com a fibra de piaçava. “A Cooprap tem transformado muitas vidas por agregar valor aos produtos de seus cooperados”, comenta a jovem Pedrina Belém do Rosário, Presidente da Associação Comunitária de Jatimane e responsável por comunicação no Ides.

Integração
Por meio de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e cooperativas, o Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS) vem fomentando ações que visam o desenvolvimento econômico da região e a valorização da cultural local. O Ides e a Cooprap são algumas das instituições integradas ao PDIS. “O Programa tem como premissa estimular a governança participativa, que é a atuação conjunta do poder público, sociedade civil e iniciativa privada. É essa interação que promoverá o desenvolvimento sustentável do Baixo Sul”, reforça Liliana Leite, Diretora Executiva do Ides.

O PDIS também busca consolidar na região a prática do agroecoturismo, um modelo de turismo agrícola, ecológico e sustentável. “É a proposta de um turismo cultural, científico, que valoriza a cultura do dia a dia”, completa Liliana.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital