10h07

Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da APA do Pratigi participa da 10ª Expo Brasil

Artesanato ficou exposto para mais de 2.000 pessoas durante os três dias do evento realizado pelo Sebrae em Brasília

Compartilhe
Tamanho do texto

Entre os dias 25 e 27 de abril, mais de 2 mil pessoas tiveram a oportunidade de conhecer as peças de artesanato produzidas pelos associados da Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da Área de Proteção Ambiental do Pratigi (Cooprap). As cestas e biojoias, feitas à base de fibra e do coco de piaçava, ficaram expostas durante a 10ª Expo Brasil Desenvolvimento Local, evento coordenado pelo Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - e que neste ano foi realizado em Brasília (DF). “Para nós, a participação no encontro é muito importante, pois são 197 famílias cooperadas, sendo 70% voltada ao artesanato”, conta Wellinton Silva, Assessor da Aliança Cooperativa Estratégica da Piaçava, que contempla, além da Cooprap, a Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf).

Além do artesanato da Cooprap, uma das instituições representantes do Baixo Sul da Bahia, o evento também expôs produtos oriundos de outras regiões do interior brasileiro, como Baixo São Francisco, em Sergipe, e Noroeste, em Mato Grosso. “Tive contato com produtores de cidades diferentes, que me contaram suas histórias e quais projetos conduzem para melhorar suas comunidades”, relata Geiza Jesus dos Santos, 30, artesã associada à Cooprap. Essas localidades fazem parte do Territórios da Cidadania, programa do Governo Federal lançado em 2008 e que tem como objetivos promover o desenvolvimento econômico e universalizar programas básicos de cidadania. Os 120 Territórios foram selecionados por apresentarem os menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do País e características em comum, como baixa atividade econômica e concentração de agricultores familiares e assentamentos, populações quilombolas e indígenas.

Evento
A programação da 10ª Expo Brasil contemplou palestras de representantes do poder público federal, como os ministros do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, e de autoridades da área de sustentabilidade, como Paul Singer, Secretário de Economia Solidária. Dentre as discussões fomentadas, destacam-se inclusão produtiva, economia criativa e os rumos da Rio+20.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital