17h28

Aproveitando oportunidades para gerar resultados

Jorge Costa apresentou nova forma de plantio para sua comunidade com as técnicas aprendidas na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves

Compartilhe
Tamanho do texto

Em busca de novas oportunidades, o jovem produtor rural Jorge Costa, 20 anos, ingressou na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN) em 2010. Com os conhecimentos que vem adquirindo, tornou-se exemplo em sua comunidade e está transformando a realidade da família. “Os vizinhos duvidavam das técnicas utilizadas na nossa plantação. Agora, eles me procuram para pedir orientação”, conta.

Chegando ao fim da formação de três anos, o morador da Comunidade de Gendiba II, localizada em Presidente Tancredo Neves, já comemora os resultados de seu projeto educativo-produtivo. Jorge implantou um hectare (ha) de banana com o apoio do Programa Tributo ao Futuro, que viabilizou a aquisição dos insumos. A comercialização dos frutos será por meio da Cooperativa dos Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), da qual já é sócio. “No mês de agosto, começo a entregar meus cultivos. Tenho preço e mercado garantido com a Coopatan”, assegura o jovem que está iniciando o plantio de mais 2 ha da mesma cultura. “Vou guardar parte da receita para realizar o sonho de adquirir minha propriedade e ampliar a produção”.

Além do projeto de cultivo de banana, Jorge implantou em sua propriedade uma unidade do PAIS - Produção Agroecológica Integrada e Sustentável, tecnologia social desenvolvida pela Fundação Banco do Brasil (FBB) que está sendo implementada no Baixo Sul. De acordo com o jovem, esta é mais uma oportunidade para aumentar sua renda. “Já tive uma pequena horta. Aos sábados, vendia as hortaliças para os meus vizinhos. Irei retomar esse negócio”, afirma.

A força de vontade de Jorge se reflete em seus olhos, que se iluminam ainda mais quando descreve a relação com sua maior parceira. “Minha mãe é meu braço direito”, diz. França Vieira, 53 anos, retribui a admiração do filho. “É o meu orgulho. Muita coisa mudou desde que ele foi estudar na Casa Familiar. Plantávamos de qualquer jeito e não conseguíamos o mesmo retorno que temos agora”.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital