12h27

Ações realizadas no Baixo Sul são apresentadas durante Rio+20

Iniciativa para promoção do desenvolvimento e crescimento com sustentabilidade, apoiada pela Fundação Odebrecht, é destaque na programação do Ministério do Meio Ambiente

Compartilhe
Tamanho do texto

No documento “O futuro que queremos”, elaborado durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a RIO+20, a erradicação da pobreza é citada como o principal desafio do planeta. O texto recomenda que seja facilitada a transferência de tecnologia para os países em desenvolvimento. O alcance dessa meta está atrelado a garantia da segurança alimentar para as pessoas que estão em situação vulnerável, por isso, a sustentabilidade da agricultura é um ponto crucial.

Uma iniciativa alinhada com as necessidades do planeta e que busca o fortalecimento de famílias de pequenos produtores rurais está sendo promovida pela Fundação Odebrecht desde 2003. O Programa de Desenvolvimento Integrado e Sustentável do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDIS) visa tornar próspero e dinâmico o território do Baixo Sul da Bahia - região com grande potencial ambiental formada por 11 municípios cuja população reside, em sua maioria, na área rural -, fixando os jovens talentos no campo. Dessa forma, busca-se alcançar os Oito Objetivos do Milênio – propugnados pela ONU e subscritos por 192 países, inclusive o Brasil.

Para atingir o primeiro objetivo do milênio: “Acabar com a Fome e a Miséria”, a estratégia do PDIS está concentrada nas Alianças Cooperativas Estratégicas, um modelo de desenvolvimento que integra a formação de jovens da zona rural com a geração de trabalho e renda para produtores do campo. Essa experiência foi apresentada, no dia 14 de junho, como exemplo de iniciativa bem sucedida no Brasil, dentro da Programação da Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, na RIO+20.

O PDIS foi destaque ainda no dia 18 de junho. Foi apresentado em uma mesa redonda intitulada “Cities at the Heart of the Future We Want: Cities and Private Sector dialogue on social responsibility”. O convite foi realizado pela Unitar (United Nations Institute for Training and Research). Durante a programação da RIO+20, o Programa esteve também presente nos estandes da Mitsubishi Corporation e Apex-Brasil.

Aliança Cooperativa Estratégica
Nas Casas Familiares Rurais – unidades de ensino mantidas por associações civis de Interesse Público –, os cooperados do amanhã estão sendo educados pelo trabalho. Com acesso a formação profissional, oferecida por meio de cursos técnicos integrados ao ensino médio, esses jovens constituirão uma nova geração organizada e protagonista de sua própria história. O sonho é que as cooperativas agroindustriais gerem recursos e financiem essa formação oferecida aos cidadãos, empresários e chefes de família do futuro, contribuindo para a inclusão social produtiva, a erradicação da pobreza e a redução das desigualdades sociais na região.

Por meio dessa Aliança, as famílias produtoras do Baixo Sul têm acesso a uma educação voltada para a realidade do campo e maior retorno de renda, uma vez que as cooperativas agroindustriais, supridoras de matérias-primas, em quantidade e com qualidade, agregam valor aos cultivos de seus associados. O resultado é o produto final beneficiado, rastreável e certificado, atrativo ao parceiro, que apoia na comercialização.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital