08h56

Educação para a vida: novos empresários concluem capacitação

Segunda edição de programa tem duração de um ano e meio e reúne 20 pessoas

Compartilhe
Tamanho do texto

Todos ali sabiam o que aquele momento representava. Para alguns, foi difícil conter a emoção. Para outros, era hora de aproveitar ainda mais a oportunidade. Era perceptível nos rostos das pessoas a mistura de sentimentos – alegria, saudade, entusiasmo - por finalizarem mais uma importante etapa. Reunidos no auditório do Núcleo da Papuã, em Ibirapitanga (BA), 20 jovens estavam concluindo um ciclo em suas vidas com a passagem pelo Programa de Desenvolvimento de Jovens Empresários (PDJE), uma iniciativa da Fundação Odebrecht.

Em alinhamento com a Tecnologia Empresarial Odebrecht, o PDJE busca contribuir para a formação profissional de empresários rurais que atualmente trabalham em instituições ou projetos ligados ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS). A turma foi composta, em sua maioria, por ex-alunos das unidades de ensino ligadas ao PDCIS. “Tive o privilégio de adquirir novos conhecimentos e de trocar experiências com cada colega. Estou mais motivada para continuar com meu trabalho e para influenciar a transformação de minha região”, expressou Déborah Santana, 24 anos, Assistente Educadora da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves. Há quatro anos, Déborah era estudante dessa mesma instituição. Pedro Assunção, 24 anos, que trabalha na Indústria do Conhecimento do Colégio Estadual Casa Jovem, declara que as discussões influenciaram em seu planejamento pessoal. “Agora está mais fácil construir meu plano de vida e carreira e quais passos devo tomar para torná-lo possível. Esse foi meu maior ganho”.

Em sua segunda edição, realizada em um ano e meio, o PDJE contemplou uma programação extensa, com 18 módulos mensais que permearam assuntos diversos, como liderança, administração do tempo, comunicação, responsabilidade social, direito e cidadania, elaboração de projetos, entre outros. A último etapa, que aconteceu em 10 de novembro, foi conduzida por Volney Fernandes, Líder da Aliança Cooperativa de Serviços Ambientais, que se debruçou sobre o tema O que faremos com o que aprendemos?. Durante sua palestra, destacou que as mudanças são necessárias para construir as trajetórias de vida. “Fiquei muito feliz em trabalhar com os jovens e entender melhor suas escolhas. Essa foi uma boa oportunidade para contribuir com a realização de seus sonhos”, declarou Volney. Para a coordenadora do curso e consultora em desenvolvimento humano da Fundação Odebrecht, Gilcia Beckel, a sensação era de missão cumprida. “É visível o entusiasmo e interesse de todos. Essa formação continuada contribuiu para a evolução de cada um”, relata.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital