09h51

Colégio Estadual Casa Jovem conquista Prêmio Educar para a Igualdade Racial

Unidade terá acesso a plano de acompanhamento para fortalecer ações culturais

Compartilhe
Tamanho do texto

Os alunos do Colégio Estadual Casa Jovem (CECJ), localizado em Igrapiúna (BA), continuam em festa. Após a conquista do Prêmio Escola Voluntária, em novembro deste ano, comemoram agora o reconhecimento pelo Prêmio Educar para a Igualdade Racial, que busca mapear práticas escolares voltadas para o tratamento da temática racial. Entre os 486 inscritos, o Projeto de Fortalecimento da Identidade Cultural Local do CECJ foi um dos 16 vencedores. A unidade de ensino será beneficiada com plano de acompanhamento para estimular e potencializar a ação.

Para fortalecer a identidade cultural no colégio foram realizadas ações integradas ao currículo escolar que ampliassem a consciência crítico social, por meio de grupos de estudo, oficinas de teatro e visitas comunitárias. Palestras, resgate de costumes e tradições, além da criação de grupo de samba e entrevistas com personalidades históricas da região, também fizeram parte do projeto.

Representando o CECJ, o professor de arte, Francisco Nascimento, esteve em São Paulo (SP) nos dias 11 e 12 de dezembro para receber o prêmio. “Fortalecer a identidade cultural local é uma das nossas metas para o alcance do ensino de qualidade. Buscamos consolidar uma nova cultura educacional, onde a disciplina e a contextualização da vida campesina fazem diferença na vida dos estudantes e da comunidade. Por isso, esse reconhecimento tem um significado especial”, reforça.

O prêmio é uma iniciativa do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades em parceria com a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Banco Santander no Brasil e Fundo para a Equidade Racial - Baobá. Desde que foi criado, já foram catalogadas mais de duas mil práticas pedagógicas relacionadas à educação igualitária em todos os estados brasileiros e de todos os níveis educacionais, exceto o superior.

Com informações da Seppir.

Colégio Estadual Casa Jovem
O CECJ é uma unidade de ensino ligada ao Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), fomentado pela Fundação Odebrecht em parceria com o Poder Público, iniciativa privada e sociedade civil. O Colégio atende jovens do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e cursos médio e técnico de Agroecologia. O CECJ já formou 12 turmas de terceiro ano, totalizando 299 alunos, entre 2005 e 2011. O complexo educacional oferece também cursos profissionalizantes e de inclusão digital, visando capacitar jovens para o trabalho. A estrutura conta ainda com laboratórios de informática, biblioteca, auditório, cozinha industrial, quadra poliesportiva e dez salas de aula.

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital