15h40

Ano letivo tem início no Baixo Sul com mais de cem novos alunos

Conheça formação reconhecida pelo MEC que prioriza realidade vivida por estudantes do interior

Compartilhe
Tamanho do texto

Ter a oportunidade de estudar na zona rural, próximo a sua comunidade, e adquirir conhecimentos voltados para a realidade em que vivem. É o que centenas de jovens do Baixo Sul da Bahia esperam ao ingressar em uma das três casas familiares em funcionamento na região. No dia 21 de janeiro, 105 novos alunos iniciaram a formação, que tem duração de três anos e oferece o curso técnico integrado ao Ensino Médio.

“Vou ter acesso a aprendizados que poderei aplicar no campo e mostrar para minha família e vizinhos”, acredita Rosana Paixão, 17 anos, moradora da comunidade Gereba, localizada em Valença (BA). Rosana estava ansiosa para o início das aulas na Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN). “Conheci a CFR-PTN por meio de jovens que já foram alunos. O exemplo deles me motivou para estar aqui”, conta.

Nas Casas Familiares, os educandos encontram uma metodologia diferenciada, chamada de Pedagogia da Alternância, em que passam uma semana na unidade de ensino em período integral, com aulas na sala e no campo, e duas semanas em suas propriedades, aplicando os novos conhecimentos. Durante os três anos aprendem sobre administração rural, cooperativismo, manejo de solos, irrigação, drenagens, além dos mais diversos cultivos.

Em 2013, serão cerca de 300 novos empresários rurais em formação nas três unidades de ensino. “Acredito que a Casa Familiar Agroflorestal me impulsionará a trilhar novos caminhos. Hoje me sinto realizada, pois sempre quis estar aqui”, comemora Jamile de Jesus, 15 anos, da comunidade de Areião, localizada no município de Nilo Peçanha (BA).

Após os primeiros dias de alternância na Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I), o jovem Ancelmo Nascimento, 15 anos, da comunidade do Rio do Braço, em Igrapiúna (BA), já sonha com o futuro. “Aprendemos na CFR-I que podemos aplicar todo conhecimento na nossa propriedade, sem prejudicar o meio ambiente. Estou tendo a oportunidade de mostrar que quem mora na zona rural também é capaz”, afirma.

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital