17h19

Prêmio Odebrecht neutraliza emissão de carbono com plantio de árvores

Parceria entre Odebrecht e Organização de Conservação da Terra permitirá que margem de nascente seja reflorestada em Área de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia

Compartilhe
Tamanho do texto

Como a realização de um evento pode contribuir para restaurar recursos naturais no interior baiano? “Por meio do projeto Carbono Neutro Pratigi, está sendo possível viabilizar esse apoio”, responde Volney Fernandes, coordenador integrador da Organização de Conservação da Terra (OCT). A OCT selou uma parceria com a área de Sustentabilidade da Organização Odebrecht, que se comprometeu a compensar todo o carbono (CO2) emitido durante a cerimônia de entrega do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável nas edições de 2011 e 2012, sendo esta última realizada em 20 de março, no Rio de Janeiro (RJ). Ao todo, serão neutralizadas mais de 90 toneladas de CO2, o que equivale ao plantio de 570 árvores. “Para o reflorestamento total de um hectare de terra são necessárias 1.666 árvores. Para alcançarmos os resultados rapidamente, outras empresas devem ser estimuladas para desempenhar seu papel socioambiental”, completa Volney.

A neutralização do carbono vai permitir que continue o trabalho de restauração de nascentes na Área de Proteção Ambiental (APA) do Pratigi, sob responsabilidade da OCT. Uma dessas nascentes está localizada na propriedade do agricultor Jeovan Nascimento, morador da comunidade Juliana, no município de Piraí do Norte (BA). Por permitir a geração de um serviço ambiental, como o plantio de espécies nativas ao redor da nascente, Jeovan será remunerado financeiramente. “É uma questão de estimular e influenciar as pessoas sobre seu papel enquanto responsáveis por um mundo melhor”, destaca Alexandre Baltar, da área de Sustentabilidade da Odebrecht. Jeovan ainda reforça: “Quero continuar fazendo minha parte e possibilitar que meus filhos e netos conheçam o que é uma floresta”.


Trabalho de reflorestamento já foi iniciado ao redor da nascente localizada na propriedade de Jeovan

A OCT tem apoio direto da Fundação Odebrecht, por fazer parte do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de APAs do Baixo Sul da Bahia (PDCIS), para fomentar e executar ações ambientais na região. “Temos o objetivo de desenvolver um modelo prático que vise o tratamento adequado dos elementos da natureza”, pontua Joaquim Cardoso, Presidente do Conselho Deliberativo da OCT.

Pensando nas gerações futuras
O Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável visa reconhecer e incentivar projetos de engenharia que sejam pensados e construídos sob uma perspectiva sustentável. Na última edição, cinco iniciativas foram selecionadas, sendo todas idealizadas por estudantes e professores de universidades brasileiras.

Conheça os vencedores

Newsletter
Quer apoiar nossa causa?
Cadastre nome e e-mail e aguarde nosso contato.
preload
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital