12h10

Acesso à tecnologia - Intercâmbio resulta em novo método de colheita de mandioca

Conheça alternativa que viabiliza redução de custos, aumento de produtividade e eficiência em todas as etapas da plantação, gerando benefícios para cooperados

Compartilhe
Tamanho do texto

Uma das etapas mais importantes no processo agrícola é o momento da colheita. Se for mal conduzida, pode acarretar em prejuízos para os agricultores e comprometer os esforços e investimentos. Por isso, a Cooperativa dos Produtores de Amido de Mandioca do Estado da Bahia (Coopamido) promoveu um intercâmbio para seus associados e técnicos com produtores referência no cultivo desta raiz.

Hercílio Nascimento, Jailton de Jesus e Marcelí Andrade representaram a Coopamido, durante viagem aos municípios de Alto Paraná e Terra Rica (PR), em busca de alternativas que viabilizem a redução de custos, aumento de produtividade e eficiência em todas as etapas do cultivo, com destaque para colheita.

O método aplicado na região é chamado de remuneração por big bag, bolsões de lona que facilitam o transporte das raízes até o local de beneficiamento. As principais vantagens são a minimização de riscos no momento da colheita, praticidade, eficiência e aumento da produtividade, o que resulta em menor custo.

"Percebi que temos algumas características de produção parecidas, mas na colheita o modelo usado pelos produtores do Paraná é mais eficiente. Cada big bag carrega 660 kg de mandioca", comenta a cooperada Marcelí.

Após o intercâmbio, já de volta a Bahia, os participantes compartilharam a experiência com outros associados e apresentaram didaticamente a técnica desenvolvida no Sul do País. Desde então o método tem sido colocado em prática na Fazenda Novo Horizonte, sede da Coopamido, que está localizada em Laje (BA). Com produtividade de 18 a 23 toneladas por hectare, os agricultores estão colhendo uma média de 3,9 toneladas de mandioca por dia.

"Sabemos que o bom resultado do cooperado está atrelado também ao processo de capacitação, acesso ao conhecimento técnico e à tecnologia. Esses pré-requisitos estão sendo viabilizados pela Cooperativa", revela Jairo Souza, Presidente da Coopamido.




 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital