15h54

Uma semana de interação com o PDCIS

Iniciativa buscou aproximar a realidade do Baixo Sul da Bahia dos Integrantes da Organização Odebrecht que trabalham no Edifício Sede em Salvador (BA)

Compartilhe
Tamanho do texto

Bate-papo com jovens e cooperado, peça teatral, exposição de artesanato, neutralização da emissão de CO2, exibição de vídeo e almoço especial foram algumas das ações que buscaram aproximar a realidade do Baixo Sul da Bahia dos Integrantes e visitantes da Organização Odebrecht. Entre os dias 25 e 29 de novembro, o Edifício Sede, em Salvador (BA), recebeu a Semana do PDCIS - Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia.

O PDCIS é apoiado pela Fundação Odebrecht em parceria com o poder público, iniciativa privada e sociedade civil. O desafio é contribuir para a inclusão social de unidades-família, gerando trabalho e promovendo a justa distribuição de renda, além de fomentar ações de conservação ambiental, prática da cidadania e educação do campo de qualidade.



As riquezas naturais e o potencial agrícola da região foram demonstrados por meio de uma exposição no restaurante, com produtos como a tilápia, palmito, abacaxi, banana, farinha de mandioca e o artesanato desenvolvido por cooperados apoiados pelo Programa. Outras atividades aconteceram em paralelo, como um bate-papo com cooperados e jovens, entre eles Feliciano Costa, estudante da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN), unidade de ensino ligada ao PDCIS, que oferece o ensino profissional técnico em Agropecuária integrado ao nível médio. “O PDCIS contribui com a mudança na vida de muitos jovens e me ajudou a aumentar a renda de minha família com o que aprendi no curso”, ressaltou Feliciano. 


Jovens das Casas Familiares Rurais vieram até Salvador para conversar com
Integrantes Odebrecht


Para André Sá, responsável pela área de Facilities do escritório Salvador e um dos responsáveis pela ação, a Odebrecht atua de forma diversificada e sinérgica, com inúmeras realizações que muitos Integrantes desconhecem. “Um evento integrado à rotina do escritório é um ótimo exemplo de como podemos disseminar aprendizados, conhecimentos e objetivos já alcançados”.

“Fiquei muito feliz em ver essa ação e espero que se repita. Os detalhes foram especiais e a interação com os jovens me deixou impressionada. Eles são líderes e estão preparados para a vida, demonstrando isso com valores hoje raros”, ressalta Liana Fontenelle, Integrante da área de Comunicação da Odebrecht.

Ainda entre as atividades, foram comercializados o artesanato e biojoia produzidos por associados da Cooperativa das Produtoras e Produtores Rurais da Área de Proteção Ambiental do Pratigi (Cooprap). A equipe do Tributo ao Futuro também atuou na divulgação do programa e captação de investimentos para os projetos realizados no Baixo Sul focados, principalmente, na formação de jovens empresários rurais.

Os Integrantes puderam ainda medir o impacto de suas ações no meio ambiente e compensá-las por meio do Programa Carbono Neutro Pratigi. A iniciativa é coordenada pela Organização de Conservação da Terra (OCT), também ligada ao PDCIS. Os recursos adquiridos financiam o reflorestamento de nascentes localizadas na Área de Proteção Ambiental (APA) do Pratigi.


Integrantes participam de ação em parceria com a OCT


“Estimular formas de intercâmbio de conhecimento só irá enriquecer ainda mais a nossa visão e compreensão da Organização. Nesse caso, nos ajuda a ter um melhor entendimento dos investimentos e conquistas alcançadas pela Fundação no Baixo Sul”, acredita Sá.
 

Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital