12h27

Registros especiais

Vencedores do Prêmio PDCIS de Fotografia estiveram em Salvador para receber suas câmeras fotográficas e se reuniram com representantes da Fundação Odebrecht

Compartilhe
Tamanho do texto

Mãos suadas, sorriso no rosto e olhos atentos a tudo o que acontecia ao seu redor. Um misto de ansiedade e alegria marcou a visita da jovem Aline Souza à capital baiana no dia 27 de novembro. Vindos do Baixo Sul da Bahia, Feliciano Costa e Érica Nascimento também estiveram no Edifício Sede da Odebrecht, em Salvador, para serem premiados por suas conquistas.
 
Eles foram os vencedores do Prêmio PDCIS de Fotografia, uma ação de mobilização junto aos educandos das Casas Familiares, Colégio Estadual Casa Jovem e Centro de Formação Profissional Construir Melhor, unidades de ensino ligadas ao PDCIS - Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade do Mosaico de Áreas de Proteção Ambiental do Baixo Sul da Bahia, apoiado pela Fundação Odebrecht e parceiros públicos e privados.
 
A ideia foi provocar nos jovens um novo olhar sobre a região onde vivem e incentivar o cuidado com as riquezas locais, reforçando o amor pela terra.
 
Aline é estudante do Colégio Estadual Casa Jovem e descreveu o momento da premiação como “Perfeito” e disse estar “sem mais palavras para expressar o que estava sentindo”. A ocasião foi marcada não só pela entrega da câmera fotográfica para cada jovem, mas por um giro pela história da Organização Odebrecht, no Núcleo da Cultura Odebrecht, onde tiveram acesso a documentos, medalhas, troféus, vídeos e outros elementos que compõem a instituição, além de uma narrativa sobre o seu fundador, Norberto Odebrecht. “Temos a Tecnologia Empresarial Odebrecht como base nas nossas ações, então foi importante conhecer mais sobre a Organização. Dr. Norberto é um exemplo para todos os jovens”, afirma Feliciano, estudante da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN). 
 

Jovens durante visita ao Núcleo da Cultura Odebrecht
 
Os três ganhadores do Prêmio PDCIS de Fotografia foram ainda recebidos por Mauricio Medeiros, Delcy Machado e Waldeck Ornélas, respectivamente, Presidente Executivo, Vice-Presidente de Sustentabilidade e Assessor da Fundação Odebrecht, e contaram um pouco de suas histórias de vida e como suas fotografias vencedoras foram capturadas. 
 
Érica, estudante da Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf), conta que procurou algo que representasse o seu dia a dia, por isso clicou uma plantação de cacau. Já Feliciano conta que queria registrar algo que representasse a renovação da vida. “Esperei o momento certo e consegui a imagem da abelha tirando o néctar do girassol. Era essa foto que eu queria”, diz.
 
Aline assegurou que o tema do Prêmio PDCIS, “Orgulho em viver no campo”, chamou sua atenção. “Queria demonstrar as belezas da zona rural, o lugar onde vivo”. Ela diz que sua foto foi clicada em uma visita à sua tia, que mora próximo a sua casa. “Levei a máquina fotográfica de minha mãe e busquei o melhor local de representação”.  
 
No final do dia a ansiedade de Aline foi substituída pelo reconhecimento de que este momento especial ficará marcado para sempre na sua memória. Agradecidos, os jovens voltaram para suas casas ainda mais orgulhosos em terem demonstrado seu amor pelo campo.
 
Receba nossas novidades:
Basta informar seu nome e melhor e-mail!
2018 - 2019. Fundação Odebrecht. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital